Esportes

Brasil perde da Sérvia na final da Liga Mundial de Vôlei, em Cracóvia

Antes da final, o time do técnico Bernardinho havia perdido apenas uma das dez partidas disputadas nesta edição da Liga – foto: divulgação FIVB

Antes da final, o time do técnico Bernardinho havia perdido apenas uma das dez partidas disputadas nesta edição da Liga – foto: divulgação FIVB

Em seu último teste antes dos Jogos Olímpicos do Rio, a seleção masculina brasileira de vôlei perdeu para a Sérvia a final da Liga Mundial, neste domingo (17), em Cracóvia, na Polônia.

Foram 3 sets a 0 para os europeus, parciais de 25/22, 25/22 e 25/21. Durante toda a partida, os sérvios foram superiores e fizeram o Brasil correr atrás no marcador.

Com a derrota, a seleção brasileira perdeu a chance de ser tornar a primeira decacampeã do torneio. Com nove títulos, o time já é o maior vencedor, seguido da Itália, que tem oito conquistas.

Antes da final, o time do técnico Bernardinho havia perdido apenas uma das dez partidas disputadas nesta edição da Liga, justamente para a seleção sérvia.

Os sérvios perderam três vezes (Irã, Argentina e França). Em sua sexta final de Liga Mundial, só desta vez chegaram ao título. Nas outras cinco oportunidades, haviam perdido todas, sendo três delas para o Brasil. O inédito primeiro lugar valeu ainda mais para a seleção sérvia, já que ela não vai à Rio-2016.

Na disputa pela medalha de bronze, a seleção francesa bateu à italiana por 3 a 0.

Jejum

Embora tenha perdido apenas para uma equipe que não vai aos Jogos Olímpicos, o Brasil, com a derrota, viu crescer seu o jejum de títulos.

Desde que Bernardinho assumiu o time, esse é o maior período sem um ouro.
O último foi em 2010, quando a seleção faturou a Liga Mundial -época em que tinha Giba, Murilo e Dante.

Desde então, em seis edições dessa mesma competição foram quatro vices, mesmo resultado das últimas duas Olimpíadas. Em Pequim-08, o Brasil perdeu para os Estados Unidos. Em Londres-2012, para a Rússia.

Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir