Esportes

Brasil cai em grupo com Argentina e Espanha no basquete da Rio-2016

A seleção brasileira terminou os Jogos de 2012 na quinta posição. No Mundial de 2014, na Espanha, foi sexta colocada – foto: divulgação

A seleção brasileira terminou os Jogos de 2012 na quinta posição. No Mundial de 2014, na Espanha, foi sexta colocada – foto: divulgação

A seleção brasileira masculina de basquete terá em sua chave nos Jogos Olímpicos do Rio-2016, entre 5 e 21 de agosto, três rivais que estão entre os mais vitoriosos deste século.

Em sorteio realizado nesta sexta-feira (11), em Lausanne, na Suíça, a equipe comandada pelo argentino Rubén Magnano caiu no grupo B, ao lado de Espanha (vice-campeã olímpica em Pequim-2008 e Londres-2012), Argentina (campeã em Atenas-2004 e bronze em Pequim-2008) e Lituânia (bronze em Sydney-2000).

Os outros integrantes da chave são a Nigéria e uma equipe que ainda será definida em torneios pré-olímpicos -haverá três, entre 4 e 10 de julho, na Sérvia, nas Filipinas e na Itália.

Os Estados Unidos, maiores favoritos ao ouro no Rio, caíram no grupo A com Venezuela, China, Austrália e outros dois times a serem definidos. Os norte-americanos foram vencedores em Pequim e Londres.

Já era certo que os brasileiros não enfrentariam os americanos. Por critérios geográficos, a Federação Internacional de Basquete decidiu que uma chave não poderia ter três países da América.

A seleção brasileira terminou os Jogos de 2012 na quinta posição. No Mundial de 2014, na Espanha, foi sexta colocada.

FEMININO

A equipe feminina teve um sorteio um pouco menos indigesto. Caiu no grupo A, momentaneamente ao lado de Austrália, que é uma potência, e Japão -outros três competidores virão de qualificatório que ocorrerá de 13 a 19 de julho, em Nantes, na França.

Os Estados Unidos, que triunfaram seguidamente nas últimas cinco edições olímpicas, ficaram na chave B (com Canadá, Senegal, Sérvia e outros dois participantes a decidir).

PRÉ-OLÍMPICOS

No masculino serão disputados três pré-olímpicos, em julho, sendo que o campeão de cada um se classifica.
Na Itália jogarão os donos da casa, Croácia, Grécia, Tunísia, México e Irã. Nas Filipinas, além dos mandantes, França, Nova Zelândia, Canadá, Turquia e Senegal. Já o torneio sérvio também contará com Japão, República Tcheca, Letônia, Angola e Porto Rico.
O pré-olímpico feminino será na França, em junho, com 12 países: Venezuela, Espanha, China, Belarus, Coreia do Sul, Nigéria, Camarões, Turquia, Argentina, Cuba, Nova Zelândia e França. Cinco se classificam.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir