Esportes

Brasil bate Itália na estreia da fase final da Liga Mundial

A Seleção começou instável e, após dois erros de Maurício Borges, viu os europeus abrirem 4 a 1 - foto: divulgação

A Seleção começou instável e, após dois erros de Maurício Borges, viu os europeus abrirem 4 a 1 – foto: divulgação

Nesta quarta-feira, a Seleção Brasileira masculina de vôlei estreou na fase final da Liga Mundial. Jogando em Cracóvia, na Polônia, o time verde e amarelo venceu a Itália por 3 sets a 0, com parciais de 25/18, 25/20 e 25/19, e segue firme na luta pelo décimo título do torneio.

O Brasil não entrou na partida logo de cara. A Seleção começou instável e, após dois erros de Maurício Borges, viu os europeus abrirem 4 a 1. Os eneacampeões acordaram e conseguiram igualar o duelo. O equilíbrio se manteve por um pouco tempo, visto que o time comandando por Bernardinho cresceu em quadra e começou a se distanciar no placar. Na segunda parada técnica, a equipe liderava por 16 a 12.

Quando o jogo recomeçou, a superioridade brasileira apenas aumentou. Enquanto a Itália marcou dois pontos, o Brasil fez nove, que permitiram que os maiores campeões do torneio fechassem a primeira parcial com tranquilidade, por 25 a 18.

A história se repetiu no segundo set. Após o Brasil abrir 2 x 0, foi a vez dos italianos empatarem o confronto e equilibrarem a partida. No 14º ponto da parcial, o técnico Bernardinho desafiou a marcação da arbitragem, que considerou que o saque de Bruninho havia sido para fora. O treinador venceu o desafio, visto que os juízes reconheceram o ace do levantador, e o Brasil abriu 8 a 6.

O ponto animou a equipe verde e amarela, que sobrou em quadra. Com facilidade, a Seleção abriu grande vantagem no placar, indo para a segunda parada técnica liderando por sete pontos: 16 a 9. A diferença no placar quase custou caro aos brasileiros, que acabaram relaxando e cometeram muitos erros, permitindo que a Itália diminuísse a desvantagem para dois pontos: 18 a 16.

Mais uma vez, a arbitragem acusou bola fora do Brasil, mas Bernardinho requisitou o desafio eletrônico e conseguiu reverter a decisão, evidenciando que a bola tocou inteira dentro da quadra italiana. Com 21 a 19 para a Seleção, quem apareceu na partida foi o maior pontuador da equipe até aquele momento, Wallace, que aumentou a vantagem brasileira e ainda devolveu a provocação que havia recebido dos adversários. Assim, a equipe fechou em 25 a 19 e abriu 2 sets a 0.

Depois de dez minutos de intervalo entre o segundo e o terceiro sets, a Itália precisava da vitória na parcial para se manter viva na partida. Os times disputaram ponto a ponto e o confronto estava equilibrado. Porém, mais uma vez, foi o Brasil quem se destacou no momento decisivo da partida, com um forte sistema defensivo, abrindo 20 a 15. O time nacional apenas administrou a vantagem e cravou a vitória.

A Seleção volta à quadra nesta sexta-feira, para encarar os Estados Unidos, terceiro integrante do Grupo J. O confronto acontece às 15h30. A estreia dos norte-americanos na fase final será nesta quinta, contra a Itália, às 12h30.

Maior campeão do torneio, o Brasil segue firme na luta pelo décimo título da Liga Mundial. A disputa segue como preparação para as Olimpíadas do Rio de Janeiro. Inclusive, tanto Itália quanto Estados Unidos estão no caminho da Seleção na fase de grupos dos Jogos.

Por Gazetapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir