Esportes

Botafogo é derrotado e volta à zona de rebaixamento

O gol do triunfo foi marcado por Hyoran, aposta do técnico Caio Júnior entre os titulares - foto: Gazeta Press

O gol do triunfo foi marcado por Hyoran, aposta do técnico Caio Júnior entre os titulares – foto: Gazeta Press

Em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, a Chapecoense encerrou a sequência de derrotas -três consecutivas- e venceu o Botafogo por 2 a 1. O gol do triunfo foi marcado por Hyoran, aposta do técnico Caio Júnior entre os titulares. Com o resultado negativo, o Alvinegro voltou para a zona de rebaixamento.

Com o resultado, o time carioca chegou aos 17 pontos e ficou no 17º posto da tabela de classificação da competição nacional. Enquanto isso, a equipe anfitriã terminou a rodada com 22 pontos e ficou na 10ª posição.

Na próxima rodada, a Chapecoense visita o São Paulo no domingo, 31 de julho, às 11 horas (de Brasília). O Botafogo recebe o Palmeiras na segunda-feira, 01 de agosto, às 20 horas (de Brasília).

Quem foi bem: Caio Júnior acerta em aposta na escalação

Após a boa atuação na Copa do Brasil contra o Atlético-PR, Hyoran iniciou a partida deste domingo como titular e não decepcionou o técnico Caio Júnior. Aos 24 minutos do primeiro tempo, o camisa 10 da Chape recebeu de Cleber Santana, passou pela marcação na entrada da grande área e mandou a bola para o fundo das redes.

Quem foi mal: zaga alvinegra entrega dois gols da Chape

A zaga do Botafogo não teve um bom dia. Os defensores falharam na saída de bola dos dois gols da Chapecoense

Posse de bola não é tudo

O Botafogo iniciou bem a partida e teve a maior posse bola de bola durante todo o primeiro tempo. Apesar disso, faltou objetividade para o time de Ricardo Gomes. As finalizações da equipe carioca não tiveram êxito e, em uma saída errada, o time da Chapecoense conseguiu inaugurar o marcador.

Chape na defensiva

Após marcar o gol, a Chapecoense passou a administrar o resultado e ficou muito recuada, chegando poucas vezes ao ataque. Com isso, o domínio do Botafogo com a bola nos pés aumentou ainda mais: de 64% para 67%. Mas, por sorte dos anfitriões, faltou objetividade aos cariocas.

Argentino movimenta partida

Em busca de uma postura mais ofensiva, o técnico Caio Júnior decidiu tirar o autor do gol Hyoran e colocou o argentino Martinuccio. A alteração surtiu efeito e o meia conduziu o time catarinense ao ataque.

Reencontro

O confronto entre Chapecoense e Botafogo marcou o reencontro de Camilo com a equipe catarinense. O meio-campo se destacou pelo Verdão do Oeste na última temporada. Apesar disso, a torcida não foi receptiva na Arena Condá e vaiou o jogador.

E a lei do ex não falha

Aos 40 minutos do segundo tempo, Camilo marcou um golaço de falta, a bola foi no ângulo, sem chances de defesa para o goleiro da Chape.

Cleber Santana joga no sacrifício

Aos 34 minutos do primeiro tempo, Cleber Santana se lesionou e ficou fora de jogo por alguns minutos. O técnico Caio Júnior já tinha feito as três substituições, o que obrigou o jogador a permanecer em campo no sacrifício.

CHAPECOENSE

Marcelo Boeck, Gimenez; Thiego, Filipe Machado e Dener Assunção; Sérgio Manoel (Matheus Biteco), Josimar, Cleber Santana e Hyoran (Martinuccio); Ananias (Lucas Gomes) e Kempes.

T.: Caio Júnior

BOTAFOGO

Sidão; Luis Ricardo, Joel Carli, Emerson Santos e Diogo Barbosa; Rodrigo Lindoso, Fernandes (Neílton), Bruno Silva e Camilo; Juan Salgueiro (Gervásio Nunes) e Gustavo Canales (Luis Henrique).

T.: Ricardo Gomes

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)

Gols: Hyoran, aos 24min do primeiro tempo, Lucas Gomes, aos 42min do segundo tempo, e Camilo, aos 40min do primeiro tempo

Cartões amarelos: Sérgio Manoel (C); Bruno Silva, Luis Henrique (B)

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir