Dia a dia

Bolsonaro confirma vinda a Manaus para participar de formatura dos alunos do colégio da PM

Bolsonaro confirmou que vem a Manaus participar da formatura dos alunos do colégio da PM – Divulgação

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC/RJ) confirmou, nesta sexta-feira (11), por meio da sua página pessoal no Facebook, que agendou uma visita a Manaus para participar da formatura dos alunos do 3º ano do Colégio da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) Waldocke Fricke de Lyra, localizado no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

O convite para o parlamentar ser o paraninfo da turma foi gravado em vídeo e viralizou na internet. Em uma das cenas do vídeo, estudantes repetem em coro o que um aluno fala, tudo supervisionado por um militar instrutor. “Tenho audácia o suficiente para convidar o Bolsonaro. Convidamos Bolsonaro, salvação dessa nação”. Ao final, uma aluna dirige-se ao pré-candidato à presidência da República em 2018 e faz o convite.

Leia também: Escola sem partido? Alunos de Colégio da PM em Manaus chamam Bolsonaro de ‘salvador da nação’

Após a repercussão do vídeo, o presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana no Amazonas, Glen Wilde, disse que o vídeo mostra uma doutrinação parecida com ideias nazifascistas.

Bolsonaro é um dos principais defensores do projeto da Escola sem Partido – Diego Janatã/Arquivo AET

De acordo com o deputado estadual José Ricardo, a atitude dos professores militares da escola Waldocke Fricke de Lyra lembra a doutrinação nazista da segunda guerra mundial, em que milhões de pessoas foram mortas por questões raciais e preconceituosas.

Já o deputado Luiz Castro, da Rede, afirma que o episódio em que alunos são induzidos a exaltar a figura do deputado federal é antidemocrático. Ele disse que a sociedade deve estar atenta a casos semelhantes.

Alunos esclarecem admiração

Nesta quinta-feira (10), os alunos, que aparecem no vídeo, divulgaram uma nota em que esclarecem o motivo de tanto carinho e gratidão ao político. No conteúdo, os alunos revelam que após participarem de uma reportagem em uma emissora de TV a nível nacional, a sociedade passou a ver, de forma distorcida, o modelo de ensino desenvolvido na instituição.

“Quando a matéria foi ao ar, ela menosprezou o ensino e a nossa rotina escolar em rede nacional e ainda pode ser vista na internet”, diz um trecho do comunicado, justificando que o Jair Bolsonaro saiu em defesa dos alunos e “os incentivou com palavras encorajadoras, mostrando que programa algum deve abater os nossos valores e objetivos”.

Leia também: Deputados criticam enaltecimento de Jair Bolsonaro em escola militar no AM

Por fim, os estudantes esclarecem que, diante de tal gentileza do deputado, e como forma de gratidão, tiveram a ideia de convidar Bolsonaro como amigo e não como político.

Investigação

A PM-AM abriu um procedimento administrativo para investigar o caso. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Amazonas repudiou a gravação do vídeo e disse que acompanha as apurações conduzidas pela PM-AM. A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) também apura a situação.

‘Escola sem Partido’

Jair, que é pré-candidato à Presidência da República, é um dos principais defensores do projeto da Escola sem Partido, também conhecido como “Lei da Mordaça”.

‘Escola sem Partido’ prevê que “são vedadas a prática de doutrinação política e ideológica, bem como a veiculação e conteúdo ou a realização de atividades de cunho religioso ou moral, que possam estar em conflito com as convicções dos pais ou responsáveis pelos estudantes.

EM TEMPO

Leia mais:

Conselho de Ética da Câmara abre processos contra Eduardo Bolsonaro e Éder Mauro

Procuradoria processa Bolsonaro sob acusação de discriminar quilombolas

STF mantém ação contra Bolsonaro por incitação ao crime de estupro

1 Comment

1 Comment

  1. WANDERLEY FARIAS

    12 de agosto de 2017 at 07:36

    NOSSO FUTURO PRESIDENTE QUE VAI DAR INÍCIO AO NOVO BRASIL. UM BRASIL DA MORAL, DA FAMÍLIA E DA PROSPERIDADE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir