Sem categoria

Biometria será usada para prevenir fraudes no uso da meia passagem

Conforme a SMTU, estudo realizado em junho deste ano detectou, aproximadamente, 120 mil casos de irregularidades - foto: Ione Moreno

Conforme a SMTU, estudo realizado em junho deste ano detectou, aproximadamente, 120 mil casos de irregularidades – foto: Ione Moreno

A Superintendência Municipal de Transportes Urbano (SMTU) anunciou na manhã desta segunda-feira (23),a implantação de um novo sistema para coibir as fraudes no sistema de bilhetagem do transporte público de passageiros, em Manaus. O sistema, que será usado em todas as frotas de ônibus convencionais, utilizará a biometria facial para identificação dos usuários.

Conforme a SMTU, estudo realizado em junho deste ano detectou, aproximadamente, 120 mil casos de irregularidades. A maior infração foi o uso da carteirinha de estudante por terceiros. Este ano, foram 120 mil casos de fraudes, sendo 88 mil somente de carteiras estudantis. O prejuízo foi de R$ 230 mil por mês, em média, informou o diretor-presidente da SMTU Pedro Carvalho.

O sistema, que já vem sendo testado há aproximadamente três anos, conforme Carvalho, proporcionará bons resultados a partir de um controle mais eficiente. “Teremos o controle de tudo de dentro de uma sala. Saberemos o que ocorre, dentro dos ônibus, inclusive para interagir com o motorista, orientando sobre velocidade, sobre itinerário, entre outros. É um dos melhores sistemas, semelhante ao de Curitiba-PR. Faremos uma campanha e esperamos não constranger ninguém, o intuito é corrigir mais um dos problemas que o sistema possuía”, explicou.

Os casos mais comuns de irregularidades são de pais que utilizam a carteira estudantil de filhos e outros que usam cartões de pessoas que já faleceram. Aproximadamente 1.410 mil coletivos convencionais da frota manauense serão contemplados com as câmeras. Uma licitação ainda está em trâmite para saber quais ônibus alternativos deverão receber o aparelho. A ideia da superintendência é implantar o sistema em todos os transportes coletivos, exceto aos que não abrangem a meia passagem.

Após o reconhecimento do golpe pelo sistema, o titular será informado inicialmente, e em seguida, encaminhado a assinar um termo dando ciência do caso. No entanto, se houver reincidência, o benefício de meia-passagem será cancelado pelo tempo estimado de seis meses. “Alertamos para quem faz esse tipo de fraude, que com o controle biométrico facial, não terá como não ser encontrado, isso é um avanço no sistema”, orientou Pedro Carvalho.

. A maior infração foi o uso da carteirinha de estudante por terceiros - foto: disse Carvalho

. A maior infração foi o uso da carteirinha de estudante por terceiros – foto: disse Carvalho

O equipamento validador possui uma câmera de alta resolução que registra imagens do ambiente a cada segundo e armazena até três fotografias do portador do cartão, no momento em que o cartão é lido pelo aparelho.

Com faixas e apitos, o grupo aguardava ser recebido pelo titular do órgão

Com faixas e apitos, o grupo aguardava ser recebido pelo titular do órgão

Aproveitando a situação em que o superintendente iria anunciar a questão do novo sistema, um grupo de aproximadamente 50 motoristas de ônibus alternativos e executivos, realizou uma manifestação no estacionamento do órgão pedindo pelo cancelamento da referida licitação.

Por Luis Henrique

1 Comment

1 Comment

  1. iVONE OLIVEIRA

    24 de novembro de 2015 at 07:32

    Desconfio que essa biometria possa ser usada para controlar a população, afinal por que os onibus vão ter GPS também? Para informar aonde está essa ou aquela pessoa? E também o cadastramento eleitoral de todas as digitais… pesquisem no youtube sobre a nova ordem mundial, aí vcs vão entender por que tanto gayzismo nas novelas, pesquisem sobre engenharia social, controle da midia… tenho pena das crianças que vão crescer nesse mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir