Cultura

‘Bíblia social’ de Frank Sinatra foi vendida por R$ 28 mil

Um caderninho preto, em que Frank Sinatra documentou o cotidiano nos altos círculos sociais do mundo entre os anos 1970 e 1990, foi vendido por US$ 8,9 mil (cerca de R$ 28 mil), segundo o jornal “The Guardian”.

A capa, estampada por um biscoitinho da sorte e os dizeres “cuidado com amigos falsos e rápidos”, guarda registros de contatos colecionados por Sinatra ao longo dos anos, além de informações pessoais sobre John Wayne, o produtor de Elvis Presley, Jerry Weintraub, além de Sidney Poitier, embaixador dos EUA no Reino Unido durante o governo Ronald Reagan, e do compositor Jimmy Webb.

O caderno foi descrito pela revista “Man of The World” como uma “bíblia social de couro, como um quem é quem da era de ouro do jet set”.

Sinatra completaria cem anos em 2015. A efeméride será lembrada com uma nova exposição na Biblioteca Pública de Nova York, a reedição de seus álbuns por três gravadoras e com um documentário da HBO dedicado ao cantor.

O leilão do objeto integra uma série de itens pessoais de Sinatra que foram à venda recentemente. Uma carta de 1982 do cantor para Mia Farrow, sua ex-mulher, ainda está à venda por cerca de R$ 4.000 (cerca de R$ 12 mil), na casa de leilões Paddle8.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir