Política

Bibiano acusa faixa azul de “pegadinha para receber recursos” e cobra devolução de valores pagos em multas

O vereador promete hoje a tarde ao Forum Henoch Reis, para dar entrada na ação. foto: Tiago Corrêa/DIRCON

Bibiano quer a devolução do valor pago pelos motoristas em relaçãos às multas cobradas na faixa azul – foto:divulgação

O vereador Bibiano (PT) se pronunciou na manhã desta quarta-feira (28) na Câmara Municipal de Manaus (CMM) sobre a suspensão da utilização da faixa azul na Zona Norte, decretada pela prefeitura de Manaus na última segunda-feira (26). Para o vereador, o “projeto foi só uma pegadinha para angariar recursos” e que os motoristas que foram multados ao trafegar pela faixa, devem ser ressarcidos.

Bibiano considera a cobrança da multa “indevida” porque o projeto foi colocado em prática sem “planejamento necessário e por não ter atingido os objetivos almejados”, como desafogar o trânsito em uma das principais vias da cidade, como a Max Teixeira.

Além de criticar a execução do projeto, o vereador cobrou a devolução aos cofres públicos dos mais de R$ 2 milhões pagos, segundo ele, “de forma fraudulenta”, à empresa responsável pelos estudos da faixa azul.

“Em apenas três meses a Manaustrans aplicou mais de 2,1 milhões de reais em multas nos motoristas que desrespeitaram as normas de uso da faixa azul. Será que esse projeto foi só uma pegadinha para angariar recursos”, questionou.

Para ilustrar a falta de planejamento na execução do projeto, o vereador lembrou que a faixa azul é ineficiente porque as portas de mais de 90% dos ônibus que circulam pelas ruas de Manaus ficam do lado direito, oposto ao lado onde a faixa foi pintada.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir