Dia a dia

Beneficiados com equipamento para deficientes auditivos recebem treinamento

Os primeiros aparelhos do Giulia foram viabilizados pelo governo estadual por meio de apoio com a empresa Recofarma, no valor de R$ 800 mil - foto: Vitor Souza/Secom

Os primeiros aparelhos do Giulia foram viabilizados pelo governo estadual por meio de apoio com a empresa Recofarma, no valor de R$ 800 mil – foto: Vitor Souza/Secom

No fim do ano passado, a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) lançou o projeto “Giulia – Mãos que Falam”, um kit tecnológico baseado em inteligência artificial que promete ajudar a facilitar a comunicação de pessoas surdas. A ferramenta começa agora a chegar ao público alvo e, antes de usar o equipamento, os beneficiados estão passando por um treinamento especial realizado na Secretaria de Estado da Pessoa com Deficiência (Seped). Ao todo, 100 pessoas surdas estão sendo contempladas nesta primeira fase do projeto pelo governo do Estado.

Os primeiros aparelhos do Giulia foram viabilizados pelo governo estadual por meio de apoio com a empresa Recofarma, no valor de R$ 800 mil. A Seped faz o acompanhamento e monitoramento do processo de adaptação da tecnologia e a interlocução entre os usuários surdos e a Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi), parceira no projeto, que oferecerá o suporte ao kit Giulia (braçadeira e celular Android).

A nova tecnologia é baseada em inteligência artificial e possibilita a comunicação entre surdos e pessoas que não sabem a Língua Brasileira de Sinais (Libras). Criado no Laboratório de Robótica e Automação da UEA, o projeto de tecnologia assistiva está sendo patenteado. Entre os novos usuários está o auxiliar de escritório, Carlos Everton da Silva, 21 anos, que está ansioso para testar o aplicativo. Acostumado com as dificuldades para se comunicar com quem não é surdo, Everton espera que a novidade possibilite integração nos espaços públicos, inclusive no trabalho.

Da redação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir