Dia a dia

Bebê de Jutaí atingido por terçado segue internado em Manaus; agressor ainda não foi preso

O bebê de Jutaí atingido com um golpe de terçado na cabeça segue internado no Joãozinho, na Zona Leste - foto: Divulgação

O bebê de Jutaí atingido com um golpe de terçado na cabeça segue internado no Joãozinho, na Zona Leste – foto: Divulgação

O bebê, de apenas 10 meses, atingido  com um golpe de terçado na cabeça, no município de Jutaí (a 751 quilômetros de Manaus), segue internado no Pronto-Socorro da Criança da Zona Leste (Joãozinho).

Acompanhado da mãe, a criança, do sexo masculino, chegou à capital no final da tarde de sexta-feira (9), para ter acompanhamento especializado. A vítima foi atingida durante uma briga de família na última quarta-feira (7).

O bebê chegou a ser atendido no hospital do município, onde foi constatado que a lesão atingiu apenas o couro cabeludo, sem causar danos ao crânio, porém, por não ter um médico neurologista, foi transferido para Manaus, para a realização dos exames necessários.

A direção do Pronto-Socorro da Criança informou que “a criança segue internada com quadro clínico estável, se alimentando com leite materno e sendo acompanhada pela equipe de neurocirurgia e pediatria da unidade”.

O caso

Segundo a Polícia, o suspeito de cometer o crime é um homem identificado apenas como ‘Luís’. Ele estava discutindo com a esposa, cujo nome não revelado, quando, armado com um terçado, se aproximou da cunhada que estava com o bebê no braço e tentou golpeá-la, mas errou e acabou atingindo a criança. O suspeito estava sob o efeito de bebida alcoólica.

O fato aconteceu em uma área de garimpo, na zona rural da cidade, banhada pelo alto rio Solimões.

De acordo com o delegado Genilson Parente Arruda, titular da 56ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), o local é em uma área remota, distante quase dois dias da cidade, o que dificulta o acesso. “Estou buscando meios para ir ao local. Foi instaurado inquérito policial e se os relatos da mãe se confirmarem, pedirei a prisão preventiva do tio agressor”, declarou.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir