Sem categoria

Barbárie: homem é morto no Novo Aleixo e tem corpo cortado ao meio; assassino já está preso

O suspeito usou uma faca para cortar os braços, tronco e cabeça no terreno atrás da quitinete, o restante foi localizado no terreno baldio - foto: Josemar Antunes

O suspeito usou uma faca para cortar os braços, tronco e cabeça no terreno atrás da quitinete, o restante foi localizado no terreno baldio – fotos: Josemar Antunes

Um homem identificado como Pablo de Souza Garcez, 33, ajudante de pedreiro conhecido como ‘Paulinho’, foi encontrado esquartejado na manhã desta quinta-feira (12), em um terreno baldio localizado na rua Ciprestes Azul, conjunto Águas Claras, bairro Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus. O suspeito do crime foi preso em flagrante.

De acordo com a polícia, o corpo foi cortado ao meio e as partes inferiores jogadas no terreno baldio. O restante foi localizado em outro terreno, que fica atrás do prédio de quitinetes onde o suspeito morava.

Segundo policiais militares da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o suspeito do crime é Mario Antonio Tavares Guerreiro, 35,  preso  dentro da quitinete onde morava, situada a poucos metros de onde as partes do corpo foram encontradas.

Os policias chegaram ao autor, devido aos rastros de sangue, que levavam até á residência do suspeito. No momento da prisão, Mario estava deitado em uma cama, ainda sob efeito de álcool.

Segundo o delegado plantonista do 6 Distrito Integrado de Polícia (DIP), Gerson Oliveira, o homem foi morto dentro do apartamento da vítima, onde eles estavam consumindo bebidas alcoólicas.

Ainda conforme o delegado, antes de cortar a vítima, Mario teria dado uma pancada na cabeça de Pablo. Assim que ele caiu, o suspeito começou a cortá-lo e depois carregou as partes para fora.

corpo-decepado-Josemar-2

“Ele usou uma faca para cortar os braços, tronco e cabeça no terreno atrás da quitinete, o restante foi localizado no terreno baldio, também perto da casa”, disse o delegado.

A autoridade policial ainda relatou que o suspeito confessou o crime e falou que estava sendo ameaçado de morte pela vítima, por esse motivo resolveu matá-lo primeiro.

“Ele confessou o crime, mas até o momento só relatou que a vítima o estava ameaçando. Ele será levado para a delegacia, quando passar o efeito do álcool será ouvido”, concluiu Oliveira.

De acordo com populares, o assassino é conhecido no bairro, por ser muito ‘mulherengo’ e, provavelmente, a vítima descobriu que ele teria algum envolvimento com sua mulher, por isso poderia estar ameaçando-o. Essa informação, porém, não confirmada pela polícia.

O suspeito foi levando para a sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) onde prestará depoimento e deverá ser autuado por homicídio.

Por Mara Magalhães

Com informações de Josemar Antunes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir