Sem categoria

Bandidos tentam assaltar R$10 mil de vítima próximo à agencia bancária, na Djalma Batista

- foto: divulgação

Ate o momento da publicacao os criminosos nao foram identificados pela policia – foto: divulgação

Uma mulher, ainda não identificada pela polícia,  que levava consigo a quantia de R$10 mil, foi vítima de tentativa de assalto, na tarde desta sexta-feira (19), quando se aproximava de uma agência do Banco Bradesco, na avenida Djalma Batista, bairro Vieiralves, Zona Centro-Sul da capital.

De acordo com o Tenente Nilton, da 22ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o valor de aproximadamente R$10 mil em espécie estava em poder da vítima, mas não foi levado.

No momento da abordagem, a vítima caminhava pela calçada, quando foi abordada por dois homens em uma motocicleta não identificada, que, segundo o tenente Nilton, é roubada. Os homens não conseguiram efetuar o assalto e fugiram.

O caso foi registrado no 1° Distrito Integrado de Policia (DIP), onde será investigado. Até o momento desta publicação, a polícia não tinha identificados os criminosos.

Com informações de Thais Gama

Por Mairkon Castro

2 Comments

2 Comments

  1. Charles Vieira

    22 de fevereiro de 2016 at 16:17

    http://www.emtempo.com.br/bandidos-tentam-assaltar-r10-mil-de-vitima-proximo-a-agencia-bancaria-na-djalma-batista/#comment-28032 A vítima foi a senhora Maria das Graças Amorim Ferreira, de 50 anos, que trabalha como serviços gerais na empresa Casa Norte Brasil. O meliante atirou 3 vezes contra ela, sendo que um dos disparos pegou de raspão em seu rosto. E ele sabia exatamente onde se encontravam os 10 mil reais (dentro de sua calça jeans), ou seja, teve ajuda de alguém de dentro da empresa que lhe forneceu informações privilegiadas. Embora a dona Graça exerça a função de Serviços Gerais, constantemente a dona da empresa ARLETE PINTO PONTES a encaminha para serviços bancários e de entregas nas óticas, atuando sem preparo como um motoboy. E a mesma por temer perder seu emprego e sua única fonte de renda, obedece. Inclusive a dona da empresa a proibiu de fazer exame de corpo e delito e registrar BO, temendo marketing negativo para sua empresa. Esperamos que o Tenente Nilton, da 22ª Cicom, possa investigar melhor o ocorrido, uma vez que não é o primeiro incidente que ocorre com funcionários da Casa Norte Brasil e que possa disponibilizar para a vítima vídeo do ocorrido para seguir com os procedimentos legais na identificação desses bandidos. E aos donos da Casa Norte Brasil, a senhora ARLETE PINTO PONTES e o senhor JOSE SILVIO DA COSTA, esperamos respeito às leis trabalhistas no que diz respeito ao desvio de função que seus funcionários vem sofrendo há anos. Respeito a segurança e integridade física dos mesmos.

  2. Anonymous

    22 de fevereiro de 2016 at 16:14

    A vítima foi a senhora Maria das Graças Amorim Ferreira, de 50 anos, que trabalha como serviços gerais na empresa Casa Norte Brasil.

    O meliante atirou 3 vezes contra ela, sendo que um dos disparos pegou de raspão em seu rosto.

    E ele sabia exatamente onde se encontravam os 10 mil reais (dentro de sua calça jeans), ou seja, teve ajuda de alguém de dentro da empresa que lhe forneceu informações privilegiadas.

    Embora a dona Graça exerça a função de Serviços Gerais, constantemente a dona da empresa ARLETE PINTO PONTES a encaminha para serviços bancários e de entregas nas óticas, atuando sem preparo como um motoboy. E a mesma por temer perder seu emprego e sua única fonte de renda, obedece.

    Inclusive a dona da empresa a proibiu de fazer exame de corpo e delito e registrar BO, temendo marketing negativo para sua empresa.

    Esperamos que o Tenente Nilton, da 22ª Cicom, possa investigar melhor o ocorrido, uma vez que não é o primeiro incidente que ocorre com funcionários da Casa Norte Brasil e que possa disponibilizar para a vítima vídeo do ocorrido para seguir com os procedimentos legais na identificação desses bandidos.

    E aos donos da Casa Norte Brasil, a senhora ARLETE PINTO PONTES e o senhor JOSE SILVIO DA COSTA, esperamos respeito às leis trabalhistas no que diz respeito ao desvio de função que seus funcionários vem sofrendo há anos. Respeito a segurança e integridade física dos mesmos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir