Dia a dia

Bandidos tentam arrombar caixa eletrônico no Aleixo e fogem com a chegada da polícia

Após arrombar os portões de acesso à sede da Secretaria Estadual de Saúde (Susam), cinco homens armados renderam dois vigilantes da unidade, onde um deles foi obrigado a trocar de roupa com um dos suspeitos.  O caso ocorreu na madrugada desta segunda-feira, por volta de 1h30, na avenida André Araújo, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul.

O bando tentou arrombar um caixa eletrônico do Bradesco, mas foi surpreendido com a chegada da polícia e fugiu. Imagens de estabelecimentos próximos podem ajuda a polícia na identificação dos suspeitos.

Os suspeitos entraram no local em um carro modelo Palio de cor azul e placa JWE 7669. Depois de render dois vigilantes da unidade, os suspeitos foram levados até o caixa da unidade.

De acordo com a Polícia Civil, um dos vigilantes, que não teve o nome informado, foi obrigado a trocar de roupa com um dos suspeitos, para despistar as buscas da polícia. No momento do crime, o outro vigilante conseguiu acionar os PMs da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que chegaram na Susam e frustraram o roubo.

O tenente Moraes Filho da 3ª Cicom informou que na fuga, os criminosos deixaram no local um cilindro de gás, uma furadeira, duas brocas, uma placa de carro, um pé de cabra, três pares de luvas, três pulseiras de segurança, um isqueiro, uma vela, quatro chaves de fendas, uma barra de ferro, uma chave inglesa, quatro braçadeiras, um bico de maçarico e uma desempenadeira, que seriam usados pelos assaltantes.

“Eles foram audaciosos. Não conseguiram levar dinheiro. Levaram apenas, o celular de um dos vigilantes. Quando eles escutaram barulho no local, abandonaram todos os materiais que usariam para arrombar o caixa eletrônico e fugiram”, disse.

O caso foi registrado no 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Zona Sul. Imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos próximos a Susam poderão auxiliar a polícia na identificação do banco. A Polícia Civil informou que até o fechamento desta edição, nenhum dos suspeitos do crime havia sido preso.

Por Thaís Gama

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir