Economia

Banco do Brasil aposta no agronegócio para superar crise

O presidente do Banco do Brasil, Alexandre Corrêa Abreu, disse nesta quinta-feira (13) que a instituição passará sem grandes problemas pela crise econômica e com chance de manter em alta a rentabilidade financeira. “Temos todas as condições de trabalhar, normalmente, mesmo em um cenário mais complexo”, disse Abreu, durante a divulgação do balanço relativo ao segundo trimestre deste ano, em São Paulo.

A projeção otimista está fundamentada, no curto prazo, na projeção de um dinamismo maior das atividades do agronegócio voltadas para as exportações, resultando no crescimento das linhas de crédito. Abreu destacou que o câmbio tem favorecido as exportações. Segundo ele, com o dólar valorizado, cerca de 500 empresas, que há muito tempo não exportavam, voltaram a demonstrar interesse pelo mercado internacional.

O volume de recursos financiados pelo Banco do Brasil ao agronegócio atingiu R$ 168,3 bilhões no fechamento do primeiro semestre, com aumento de 7,1% sobre igual período do ano passado. Houve um crescimento maior no saldo destinado à linha do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que alcançou R$ 37,7 bilhões nos seis primeiros meses do ano, 18,5% mais do que no término do primeiro semestre de 2014.

 

Por Agênciabrasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir