Economia

Bancários rejeitam proposta salarial e seguem em greve nesta quinta

 paralisação que poderia ter fim nesta sexta-feira (9) foi frustrada, após a categoria não aceitar uma nova proposta de reajuste da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) - foto: Ione Moreno

Os bancários consideraram a proposta insuficiente – foto: Ione Moreno

Os bancários rejeitaram nova proposta salarial dos bancos e seguem em greve, que nesta quinta-feira (29) entrará no seu 24º dia. A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) manteve a proposta de reajuste de 7%, mas aumentou o abono para R$ 3.500 ante os R$ 3.300 oferecidos anteriormente.

A oferta era por acordo para 2016 e também para 2017. No ano que vem, bancários receberiam a inflação mais um aumento real de 0,5%, pela proposta dos bancos.

Os bancários consideraram a proposta insuficiente. Desde o começo da campanha salarial, pedem reajuste salarial de inflação (9,62%) mais aumento real de 5%. No ano passado, a greve durou 21 dias e garantiu aumento real de 0,11% aos bancários.

Por Folha Press

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir