Sem categoria

Bancada do AM no Congresso vai negociar MP para salvar reajustes na Suframa

Suframa

Presidente do Sindframa, Anderson Belchior (primeiro à esq.) esteve reunido, nesta terça (12), com a bancada federal do Amazonas para derrubar veto presidencial que prejudica os servidores da Suframa – foto: divulgação

O impasse entre o governo federal e a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), a respeito do veto parcial da presidente Dilma Rousseff à Lei 13.121/2015 que atinge o plano de cargos, carreiras e salários dos 730 servidores da autarquia, pode ser decidido ainda nesta quarta (13), conforme o presidente do sindicato da categoria (Sindframa), Anderson Belchior.

O representante dos servidores esteve nesta terça (12) em reunião com alguns membros da bancada federal do Amazonas, em Brasília, na busca por apoio à derrubada do veto no Congresso.

“Na reunião, os parlamentares se comprometeram em conversar com os ministros Nelson Barbosa [Planejamento] e Joaquim Levy [Fazenda] para angariar apoio a uma Medida Provisória [MP] que trate exclusivamente dos interesses dos servidores da Suframa”, detalhou Belchior.

Participaram do encontro com o Sindframa os senadores Omar Aziz (PSD) e Vanessa Grazziotin (PCdoB), além dos deputados federais Pauderney Avelino (DEM), Átila Lins e Silas Câmara, (ambos do PSD), Alfredo Nascimento (PR) e Arthur Bisneto (PSDB).

“Vamos tentar primeiro conversar. Existe uma proposta para 2016. Acho que ainda estamos muito longe de 2016. Essa discussão não começou ontem. Já tem três anos que está na pauta da Suframa”, ressaltou Omar Aziz, referindo-se ao pleito dos servidores pela reestruturação na carreira.

Busca de soluções

Omar Aziz garante que há disposição de todos os parlamentares do Estado em buscar soluções. O senador disse que a negociação é mais viável e alertou ainda que uma eventual greve dos servidores da autarquia vai trazer sérios prejuízos  à economia do Amazonas.

“Se a Suframa entrar em greve, o Estado terá mais perda que tem agora”, avisou.

O subcoordenador da bancada do Amazonas no Congresso, Marcos Rotta (PMDB), não participou da reunião, mas declarou, em nota, que lamenta o veto presidencial ao artigo 9º da MP 660/2014, que realinha a carreira dos servidores da Suframa.

O veto ainda será analisado em sessão conjunta do Congresso Nacional, com data a ser confirmada, onde a bancada amazonense tentará convencer o Plenário pela promulgação do artigo.

“O governo não tem levado em consideração a importância da Suframa e de seus técnicos para a manutenção da Zona Franca de Manaus”, criticou Rotta.

Apoio da CMM

Em apoio aos servidores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), a Câmara Municipal de Manaus (CMM) fará, na próxima semana, uma Tribuna Popular, onde receberá o presidente do presidente do Sindicato dos Servidores da Suframa (Sindframa), Anderson Belchior.

“Fica reservada uma tribuna popular, da mesma forma que foi feito com Sindicato dos Jornalistas, que permite ao sindicato dos servidores da Suframa vir aqui e fazer seu apelo à Casa”, justificou o presidente da casa, Wilker Barreto (PHS).

Por Naís Campos (Jornal EM TEMPO)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir