Dia a dia

Avenida Costa e Silva já está em ritmo acelerado de obras para a sua requalificação

A prefeitura de Manaus iniciou, na noite de sexta-feira (14) as obras de recomposição asfáltica da Avenida Costa e Silva, também conhecida como Silves, na zona Sul. Os trabalhos foram acompanhados pelo prefeito Arthur Virgílio Neto que também esteve em outros pontos da cidade para acompanhar obras e instalação de iluminação a LED. Os trabalhos estão inseridos no pacote de obras de verão.

“Refazer a Silves é uma questão de honra para mim e me dá um orgulho muito grande. São quatro quilômetros de via, fora os outros sete que farão ligação com vias muito relevantes da cidade. O trabalho aqui vai ser perfeito. Essa avenida é uma artéria que bombeia sangue para o coração de Manaus. Por aqui passa caminhão, carreta, ônibus, enfim, todo tipo de veículo e por isso elas estavam em uma situação muito ruim. Tem trechos que estavam intrafegáveis, mas no final, vamos apresentar um bom trabalho”, afirmou o prefeito.

Neste primeiro momento estão empenhados na revitalização aproximadamente 50 homens da Secretária Municipal de Infraestrutura, mas esse contingente vai aumentar. O prefeito destacou que a previsão para conclusão da obra é de 45 dias. “Aqui a gente até poderia fazer em menos tempo, mas temos uma meta para que possamos fazer todos os detalhes e revisões e apresente uma Silves bonita com a cara de Manaus”, disse ele.

O pacote de verão contempla nove lotes divididos em duas fases, que levarão melhorias a mais de 120 vias, totalizando 137 quilômetros de obras. Desses, três lotes – 1, 6 e 8 – já foram licitados. As obras foram iniciadas pelo lote 6 e a primeira rua a ser totalmente recuperada é a Presidente Costa e Silva. A avenida interliga bairros como Cachoeirinha, Raiz e Distrito Industrial. Esse lote contempla, ainda, as ruas Jerônimo Ribeiro, Rio Branco, 05 de setembro, Alexandre Amorim, 10 de julho e as avenidas Padre Agostinho Caballero e Ramos Ferreira, localizadas nas zonas Oeste e Sul.

 

De acordo com o subsecretário de obras da Seminf, Antônio Nelson, o local já estava em fase de estudo que indicou o tipo de material necessário para a recomposição asfáltica para dar mais resistência a via. “A gente vai ter aqui um remendo profundo em alguns lugares, a aplicação das duas camadas de capa com uma técnica de pavimentação ainda mais resistente com o asfalto tipo CBUQ, que é à base de brita para apresentar um pavimento de qualidade”, afirmou ele.

Mais obras

Já durante a madrugada deste sábado, o prefeito Arthur Neto esteve no Complexo Viário Gilberto Mestrinho, na zona Leste, onde já estão sendo executadas as obras de abertura das duas novas vias de fuga do viaduto. Uma delas dará acesso direto como forma de retorno para a avenida Ephigênio Sales e o outro para a avenida Rodrigo Otávio.

LED

O prefeito esteve ainda na Avenida Brasil, na Compensa, zona Oeste, para acompanhar a continuação da substituição das lâmpadas de vapor metálico pelas luminárias LED. Os trabalhos no local foram iniciados na última quinta-feira e deverá receber 135 lâmpadas, das quais 45 já estão instaladas. Com a implantação do novo sistema de iluminação, a prefeitura já nota a diferença na conta, no final do mês.

“A prefeitura pagava uma conta para a Eletrobras Amazonas Energia de R$ 2, 2 milhões por mês. Está vindo agora uma conta de R$ 1,9 milhões ao mês. Isso significa uma economia de R$ 300 mil, esse valor multiplicado por 12 dá uma média de R$ 4 milhões e isso não vai ficar por ai. Cada vez que a gente implanta mais LED mais vai cair a conta de luz. Isso significa dizer que a economia que a gente faz a gente fica com a conta mais robusta para implantar mais LED na cidade”, afirmou Arthur.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir