Esportes

Atlético-MG goleia Flamengo mais uma vez e segue em busca do Corinthians

O Atlético-MG entrou em campo para enfrentar o Flamengo sabendo o resultado do Corinthians no clássico com o Santos. Como o líder havia vencido pela manhã, restava ao time atleticano apenas um resultado para se manter na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro. Era vencer ou vencer. E, com uma participação fundamental de Victor, o Atlético goleou o Flamengo por 4 a 1.

Apesar do resultado final, logo aos oito minutos de jogo o goleiro atleticano defendeu um pênalti cobrado por Alan Patrick, com o placar ainda marcando 0 a 0. A defesa foi determinante, já que em momento algum o Atlético ficou atrás do marcador, tendo a obrigação de se abrir para buscar o resultado. Pelo contrário, os mineiros sempre ficaram em vantagem. Primeiro com Marcelo, que marcou contra, e depois com o zagueiro Jemerson, que anotou dois gols, além do meia Dátolo.

Resultado que confirma a boa fase do Atlético contra o time de outro Estado que a torcida tem maior rivalidade. São quatro triunfos consecutivos, sendo três goleadas. No placar agregado desses últimos embates, o Atlético marcou 14 vezes e sofreu apenas dois gols. Dura derrota para o Flamengo, a segunda consecutiva, depois da série com seis vitórias.

O gol de Paulinho foi o do empate e deu até um ânimo, uma esperança, sonhar com a virada. Era possível terminar a rodada no G4. Esperança que durou apenas seis minutos, até o Atlético fazer o segundo gol.

O jogo

O jogo começou com a sensação térmica bem alta. Parte do campo do Independência ainda não estava totalmente coberto pela sombra, mas nem por isso os primeiros minutos de Atlético e Flamengo não foram corridos.

Logo aos 8 min, o primeiro grande lance da partida, um pênalti de Victor em Marcelo Cirino. O goleiro atleticano defendeu a penalidade cobrada por Alan Patrick.

Mesmo assim o primeiro gol da tarde foi de um jogador rubro-negro. Marcelo cortou muito mal o cruzamento de Dátolo e abriu o placar.

A resposta foi praticamente imediata. Três minutos depois, aos 19, Paulinho empatou após boa jogada de Canteros. A bola ainda desviou em Marcos Rocha.

O Atlético não se abateu e não demorou para fazer o segundo. Jemerson ganhou de Samir na disputa por cima e marcou o 2 a 1.

A partir de então, o Flamengo passou a ter mais bola e chegar constantemente na área do adversário, algumas com perigo, mas a defesa se saiu melhor.

O Atlético só não queria passar os sustos dos minutos finais do primeiro tempo e voltou a campo para resolver logo. Luan perdeu uma boa chance, mas Jemerson não. O zagueiro marcou o segundo dele no jogo, o terceiro do Atlético, praticamente definindo a parada.

Aos gritos de “olé” e “mais um” o Atlético continuou em cima e foi premiado com um golaço de Dátolo, que deu entre as pernas de Pará e bateu fora do alcance de Paulo Victor.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir