Esportes

Atletas de outros Estados fazem festa na Meia Maratona do AM

Mais de 2 mil competidores participaram, no último sábado, da 4ª Meia Maratona do Amazonas, na Ponte sobre o Rio Negro- foto: divulgação/Sejel

Mais de 2 mil competidores participaram, no último sábado, da 4ª Meia Maratona do Amazonas, na Ponte sobre o Rio Negro- foto: divulgação/Sejel

O cenário escolhido não poderia ser melhor. A ponte sobre o Rio Negro recebeu na tarde de sábado (4) a 4ª Meia Maratona do Amazonas, disputada em 21 quilômetros, e a Corrida Sejel, com o percurso de 7 quilômetros. Com a presença de mais de 2 mil participantes, a competição teve como campeões atletas de outros Estados. Destaque para os corredores Valdir Sergio e Roselaine Souza, que bateram o recorde da maratona e, de quebra, receberam uma premiação no valor de R$ 3,5 mil.

Com um visual deslumbrante, a largada das competições aconteceu às 17h. Meia hora depois, o público presente já presenciou a disputa emocionante pela primeira colocação masculina da Corrida Sejel. Com mais preparo, o baiano Leandro Silva Costa conseguiu arrancar no final e fechou a prova com o tempo de 22min33s. Itamar Silva do Carmo chegou em segundo, nove segundos atrás. O pódio foi completado pelo corredor Jean de Souza Pereira que fez o tempo de 22minutos e 49segundos.

Praticante de corridas há 4 anos, Leandro se mudou para Manaus, onde virou profissional em 2013. Desde lá, o atleta concilia seu trabalho de gari com os treinamentos intensivos durante a semana.

“Estou feliz com essa conquista porque treinei muito para essa prova. O percurso é puxado e tem muitas subidas. Isso me deixa mais orgulhoso. Sei o quanto é difícil conciliar minha rotina de trabalho e treino. Pelo menos, consigo aproveitar para melhorar o condicionamento trabalhando como gari”, afirmou Leandro.
Pela terceira vez seguida, a atleta Franciane dos Santos conquistou o primeiro lugar na prova de 7 quilômetros. A paraense melhorou seu tempo em quase um minuto. Dessa vez, Franciane completou o percurso em 26min30s, quase dois minutos a frente da vice-campeã Juliana Gusmão. Márcia da Silva foi a terceira.
A Meia Maratona do Amazonas, mais uma vez, atraiu atletas dos grandes polos brasileiro do esporte. Prova disso é que o grande campeão da prova masculina foi Valdir Sergio, atleta do Cruzeiro-MG. O mineiro quebrou o recorde anterior finalizando a competição com o tempo de 1h9min47s. Quando recebeu a premiação, Valdir ficou surpreso por saber de seu feito e afirmou querer voltar na próxima edição para tentar melhorar.

Valdir Sérgio, de Minas Gerais, foi o mais rápido entre os homens- foto: Diego Janatã

Valdir Sérgio, de Minas Gerais, foi o mais rápido entre os homens- foto: Diego Janatã

“Não sabia que tinha batido recorde, descobri agora ao ser premiado, fico feliz e espero voltar na próxima”, declara o corredor.
No feminino também teve quebra de recorde. A paulista Roselaine Souza marcou o tempo de 1h21min14s, superando em mais de dois minutos a segunda colocada. A paulista representou a equipe Fie Márcia Narloch e mostrou felicidade após a premiação.

“Estou contente com o meu resultado. É importante conquistar um título fora de casa e ainda conseguir bater o recorde. Realmente a ponte Rio Negro é linda. Correr olhando para o rio e o pôr do sol é maravilhoso”, concluiu.

1ª Maratona será em novembro

Durante o evento, o secretário em exercício da Secretária do Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Ricardo Marrocos, anunciou que em novembro acontecerá a primeira edição da Maratona do Amazonas. Segundo ele, é obrigação do governo apoiar corridas pedestres, pois é um dos principais esportes do Estado.

“O pedestrianismo é uma modalidade que hoje vem crescendo no Brasil e no mundo todo. Aqui não é diferente. E justamente por isso, ainda em 2015, o nosso Estado agora contará com a 1ª Maratona. Vamos realizar em novembro, para sermos beneficiados pelas condições climáticas”, afirmou Marrocos que garantiu não poupar esforços para realizar a melhor competição da modalidade que a região Norte já viu.

“Mesmo diante de toda crise que o país passa, não vamos medir esforços para fazer da melhor maneira possível. Falaremos com as outras secretarias para fazer uma ação conjunta e promover o Estado dentro da nossa realidade”, concluiu.

Por Gerson Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir