Sem categoria

Átila Lins destaca ‘Curumim, o último herói da Amazônia’, na Câmara Federal

 O deputado parabenizou a trajetória de 33 anos ‘Curumim’ na Câmara Federal - foto: divulgação

O deputado parabenizou a trajetória de 33 anos ‘Curumim’ na Câmara Federal – foto: divulgação

O deputado Átila Lins (PSD) destacou a importância do personagem infantil ‘Curumim, o último herói da Amazônia’ na Câmara Federal e parabenizou o trabalho do jornalista e diretor de redação do EM TEMPO, Mario Adolfo, nesta quinta-feira (28). Recentemente, o personagem foi reconhecido como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas pela Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

“É com imensa satisfação que registro, nos anais da Câmara dos Deputados, a feliz iniciativa da Assembleia Legislativa do meu Estado de reconhecer ‘Curumim’ como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas. Trata-se de um personagem indígena infantil, criado em 1983, pelo jornalista Mário Adolfo, que se tornou símbolo da preservação da floresta amazônica. Em sua larga trajetória de 33 anos ‘Curumim’ tem proporcionado informações, cultura e divertimento a gerações de crianças em todo nosso Estado, se tornando cartilha obrigatória sobre a história do Amazonas”, disse Átila Lins.

O Curumim

Em sua longa trajetória, o indiozinho leva informação, cultura e divertimento à geração de crianças em todo o estado. O Curumim virou cartilha educativa sobre a história do Amazonas, lançada na Suécia, em 1988; teve quadrinhos publicados na coletânea ‘Curumim, o último Herói da Amazônia’, lançado na feira do Serviço Social do Comércio (Sesc), em 1993; contou a história em quadrinhos no livro A.E.I. Ópera, lançado pela Secretaria de Cultura (SEC), na Bienal  Internacional do Livro, no Rio de Janeiro, em 2000; foi o mote da campanha de conscientização do Festival de Parintins – Curumim Contrário ao Lixo, em 2013; através de quadrinhos,  foi lançada a história do livro na I Bienal do Livro do Amazonas  – Curumim conta História do Livro, em 2012; o indiozinho também foi tema da  30ª edição da Feira de Livro, do Sesc, em 2015.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir