Dia a dia

Atendimento do CadÚnico será temporariamente suspenso para recadastramento de entrevistadores

Entre os serviços que ficam paralisados estão o cadastramento de novos usuários e atualização cadastral. – foto: divulgação

Na próxima semana, entre os dias 26 e 30 de junho, o Cadastro Único (CadÚnico), porta de entrada para benefícios sociais como o Bolsa Família, terá o atendimento ao público suspenso para que seja feito o processo de recadastramento dos entrevistadores sociais. A ação é uma exigência do Governo Federal para garantir a integridade das informações.

Entre os serviços que ficam paralisados estão o cadastramento de novos usuários e atualização cadastral. Pelo menos três mil famílias são atendidas semanalmente pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh). Segundo o chefe da Divisão de Renda e Cidadania, Douglas Marques, a versão a ser implantada traz uma nova forma de cadastramento dos entrevistadores que atendem diariamente a população. Atualmente, a secretaria conta com 150 servidores exercendo a função.

“A partir do dia 24 de junho, a Caixa Econômica Federal irá disponibilizar uma nova versão do Sistema do CadÚnico. Com essa atualização, o CPF do entrevistador terá sua titularidade confirmada junto à Receita Federal, do mesmo modo que é feito para o CPF de qualquer pessoa no processo de inclusão ou atualização cadastral. Logo, toda a equipe que hoje atua nos nossos 20 Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e na Central de Atendimento da Semmasdh terá suas atividades suspensas nesse período“, explicou.

Esse intervalo também vai servir para que os entrevistadores possam atualizar as informações do Programa de Integração Social (PIS)- foto: reprodução

De acordo com o Governo Federal essa atualização dará uma maior autenticidade aos dados, uma vez que todos os entrevistadores do município de Manaus serão desativados no momento da implantação da nova versão. Com isso, o usuário master ou outro usuário com o perfil de gestor deverá recadastrar todos os entrevistadores atuantes na gestão municipal durante o período de suspensão.

Esse intervalo também vai servir para que os entrevistadores possam atualizar as informações do Programa de Integração Social (PIS), Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) e Número de Identificação Social (NIS) juntos as agências da Caixa Econômica e Banco do Brasil, já que o novo sistema exigirá todas essas informações.

Com a nova versão, o cadastro de entrevistador passará a ficar ativo apenas por um ano. Depois do período, o sistema desativará automaticamente o entrevistador, sendo necessária nova ação do usuário master ou do usuário com perfil de gestor do município para atualizar e reativar o cadastro do entrevistador por mais um ano.

As atividades serão retomadas a partir do dia 3 de julho, nos 20 Cras da capital e na Central de Atendimento da Semmasdh.

Com informações da assessoria

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir