Mundo

Ataques aéreos matam 28 em campo de desalojados internos na Síria

Barracas soltam fumaça por chamas causadas por ataques aéreo em campo dos desalojados Sírios - foto: divulgação

Barracas soltam fumaça por chamas causadas por ataques aéreo em campo dos desalojados Sírios – foto: divulgação

Ataques aéreos deixaram ao menos 28 mortos, incluindo mulheres e crianças, em um campo de desalojados internos na província síria de Idlib, perto da fronteira com a Turquia, disse o Observatório Sírio para os Direitos Humanos nesta quinta (5).

Como há muito feridos graves, o número de mortos deve aumentar no campo, localizado perto da cidade de Sarmada, afirmou o Observatório.

“Houve dois ataques aéreos que atingiram diretamente esse campo improvisado para desalojados que se abrigam dos confrontos no sul de Aleppo e em Palmira. Muitas barracas foram incendiadas”, disse Abu Ibrahim al-Sarmadi, um ativista da cidade vizinha de Atmeh, que mantém contato com pessoas que estão perto do local afetado.

Segundo Sarmadi, os feridos foram transferidos para tratamento na Turquia a partir do posto de fronteira de Bab al-Hawa.

Imagens compartilhadas por redes sociais mostraram barracas carbonizadas e equipes de resgate tentando extinguir as chamas.

A Defesa Civil Síria -socorristas que atuam no território sob controle da oposição onde a infraestrutura médica quase entrou em colapso- disse que os ataques deixaram mais de 30 mortos.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir