Mundo

Ataque atribuído ao PCC mata quatro brasileiros no Paraguai

As duas mulheres tinham 18 e 24 anos, mas não foram dados detalhes sobre os homens – Divulgação

Quatro brasileiros morreram baleados em um ataque a uma boate em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, ao lado da fronteira com a cidade de Ponta Porã (MS), nesta segunda-feira (24), segundo informações de agências de notícias. Outras 11 pessoas, entre brasileiros e paraguaios, ficaram feridas.

O chefe de polícia local, Walter Gomez, afirmou à Associated Press que os tiros foram disparados por duas pessoas que chegaram à boate After Office, já de madrugada, em um carro. Dois homens e duas mulheres morreram e os feridos foram encaminhados a hospitais de Pedro Juan Caballero e de Ponta Porã.

Leia também: Cetam abre inscrições para mais de 8 mil vagas em cursos gratuitos

“As duas vítimas masculinas pertenciam a uma gangue criminosa. Eles eram o alvo dos tiros. Mas outros foram atingidos, incluindo as duas mulheres que morreram e outros que foram hospitalizados”, disse o promotor paraguaio Oscar Samuel Valdez a uma estação de rádio, segundo a Reuters.

As duas mulheres tinham 18 e 24 anos, mas não foram dados detalhes sobre os homens. Informações preliminares apontam que os agressores utilizaram um fuzil automático e pistolas de nove milímetros durante o ataque, que está sendo investigado pelas polícias paraguaia e brasileira em conjunto.

Jornais locais apontam envolvimento do PCC (Primeiro Comando da Capital) no crime.

Folhapress

Leia Mais

Comitê inicia a investigação de sonegadores de impostos

Walter Cruz sai e Claudenir Barbosa assume subcomando da PM no Amazonas

Casal é ouvido por abandono de pit bull que devorou pinscher e 4 gatos

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir