Mundo

Ataque a facadas em Londres deixa um morto e cinco feridos

 Policiais nas proximidades da Russel Square, no centro da cidade, onde uma mulher morreu esfaqueada e outras cinco pessoas ficaram feridas - foto: Will Oliver/Agência Lusa

Policiais nas proximidades da Russel Square, no centro da cidade, onde uma mulher morreu esfaqueada e outras cinco pessoas ficaram feridas – foto: Will Oliver/Agência Lusa

Uma mulher foi morta e outras cinco pessoas ficaram feridas em um ataque a facadas registrado na noite de ontem (3), na região central de Londres, Inglaterra. A vítima é mulher por volta de 60 anos, que não foi identificada.

Entre os feridos estão duas mulheres e três homens que sofreram diversos tipos de escoriações. Todos foram hospitalizados, mas três já receberam alta na manhã de hoje (4).

Um jovem de 19 anos foi detido por suspeita de envolvimento no crime. Após ser alvo de uma arma de choque, ele foi hospitalizado e, depois, levado para uma delegacia londrina onde prestou depoimento.

Em seus últimos boletins, a polícia não mencionou o fator terrorismo como possível motivo para o ataque e especialistas citados pelo jornal local The Guardian falam em possíveis “problemas mentais” do agressor.

Autoridades de Londres informaram que a segurança será ampliada na cidade. O prefeito Sadiq Khan pediu que a população “se mantenha calma e atenta” e declarou que a segurança dos londrinos é sua “prioridade número um”.

O local do ataque, Russell Square, é um ponto movimentado da cidade que atrai muitos turistas, nas proximidades do British Museum.

Ainda ontem, a polícia de Londres havia anunciado um reforço das medidas de segurança, aumentando o número de policiais armados nas ruas de 600 para 2.800 com o objetivo de “proteger o público de todos os tipos de ameaças”, diante dos recentes ataques registrados na Europa.

Polícia identifica mulher

A vítima fatal de um ataque a facadas na noite de ontem, em Londres, foi identificada pela polícia como uma mulher de 60 anos de origem norte-americana. As nacionalidades dos cinco feridos são britânica, norte-americana, australiana e israelense.

O suspeito, por sua vez, um jovem de 19 anos que está sob custódia da polícia, é um norueguês de origem somali. Não existe evidência de que ele seja um militante terrorista.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir