Holofotes

Atacante do Corinthians é suspeito de comprar carteira de motorista

O atacante Malcom, 18, do Corinthians, é suspeito de ter comprado sua licença para dirigir e pode pegar de dois a 12 anos de prisão, informou nesta quinta-feira (16) a Rede Globo.

De acordo com a emissora, a carteira de motorista do jogador está entre as 5.000 que foram suspensas pelo Detran-SP devido a irregularidades.

No caso do jogador corintiano, foram identificadas pelo menos quatro irregularidades que apontam para a possível compra de habilitação.

A documentação do atacante foi emitida em um tempo fora do comum, apenas 20 dias depois do seu aniversário de 18 anos. Além disso, ela foi registrada em Hortolândia, e não em São Paulo, onde ele vive.

Malcom ainda teria começado a fazer as aulas teóricas na autoescola no mesmo dia em que passou pelo exame médico, o que é proibido pela legislação. Outra irregularidade é que, de acordo com a documentação do Detran, ele começou a fazer aulas práticas antes de terminar o curso teórico.

“Isso é crime. É possível o cidadão ser preso. Ele vai ser chamado para depoimento e pode pegar de dois a 12 anos de prisão por corrupção ativa e passiva”, afirmou à Globo o presidente do Detran paulista, Daniel Annenberg.

Procurado pela reportagem, o empresário de Malcom, Fernando Garcia, disse ainda não ter sido informado do assunto.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir