Dia a dia

Assalto a ônibus termina em tiroteio com a Polícia na Zona Norte

O assaltante Wellington Nunes Farias sobreviveu ao tiroteio com a polícia e foi preso -

O assaltante Wellington Nunes Farias sobreviveu ao tiroteio com a polícia e foi preso –

O suposto assaltante Michel Bruno Rodrigues de Oliveira, 24, foi morto com um tiro no peito e seu comparsa Welligton Nunes Farias, 27, foi baleado após trocarem tiros com policiais militares da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) que abordaram o ônibus da linha 640, que a dupla estava assaltando. O crime ocorreu por volta das 22h da última segunda-feira (4), na avenida Grande Circular 2, bairro Santa Etelvina, Zona Norte. Segundo a polícia, os assaltantes estavam armados com dois revolveres calibre 38 e chegaram a roubar dez celulares dos passageiros, antes de serem baleados.

Policiais militares da 18ª Cicom informaram que estavam passando pelo local quando avistaram o coletivo trafegando em alta velocidade e com as luzes todas apagadas, e ao sinalizarem para o ônibus parar na via, perceberam que um homem armado estava ameaçando o motorista com uma arma na cabeça dele. A polícia relatou ainda que começou a perseguição e, um minuto depois, o coletivo parou em uma esquina. Foi nesse momento que os assaltantes começaram a trocar tiros com a polícia.

Revolta

Conforme a Polícia Militar, os assaltantes atiraram quatro vezes contra a viatura, quando Michel foi alvejado no peito e Welligton na perna esquerda. Após os disparos, as vítimas desceram do coletivo e começaram a agredir os assaltantes com paus e pedras. A dupla ainda foi levada ao Pronto-Socorro 28 de Agosto, onde passaram por procedimentos cirúrgicos, mas Michel morreu alguns minutos depois.

O caso foi registrado no 15º Distrito Integrado de Polícia (DIP) onde assaltante sobrevivente, Welligton Nunes Farias, foi autuado em flagrante pelo crime de roubo, e após prestar depoimento na delegacia, ele foi levado a cadeia pública, no Centro. Ao todo dez celulares e duas bolsas femininas foram recuperadas e devolvidas aos seus donos.

Operação

Em reunião realizada na tarde de ontem, na sede da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), foi anunciada a “Operação Catraca”, será realizada pela Polícia Militar (PM) e irá intensificar o policiamento ostensivo nos principais corredores viários e pontos de ônibus em todas as zonas da capital.

A operação será dividida em três turnos: manhã (das 7h às 13h), tarde (das 12h às 18h) e noite (das 17h à 00h) com barreiras móveis nas principais avenidas.

“Acreditamos que o reforço no policiamento ostensivo já irá inibir a ação dos assaltantes, visto que grande parte dos envolvidos nesse crime age procurando uma oportunidade. Vale destacar que muitos são envolvidos ou viciados em droga e praticam esses assaltos para manter o vício”, disse o secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes.

Segundo dados da SSP-AM, de janeiro até abril deste ano, 44 pessoas foram presas por roubo a ônibus em Manaus, em ações da Polícia Militar (PM). Em todo ano de 2014, foram 91 prisões. Dados da SSP-AM apontam ainda que o maior número de ocorrências de roubos em ônibus do transporte coletivo acontece no período da noite, seguido do período da tarde, nas zonas norte e leste da cidade.

Por Ana Sena (equipe AGORA)

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir