Eleições 2016

Arthur Neto é notificado por associar imagem de adversário à operação da PF

Arthur Neto da coligação ‘Por uma só Manaus’ é notificado após descumprir a ordem do TRE - foto: Divulgação

Arthur Neto da coligação ‘Por uma só Manaus’ é notificado após descumprir a ordem do TRE – foto: Divulgação

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) estipulou, nesta sexta-feira (24), o aumento da multa de R$ 5 mil para R$ 50 mil por dia, contra a coligação ‘Por uma só Manaus’, representada pelo candidato à reeleição na prefeitura de Manaus, Arthur Neto.

O fato aconteceu após o grupo descumprir a ordem de retirar da TV os programas da campanha que que relacionavam o prefeiturável Marcelo Ramos, da coligação ‘Mudança para transformar’, com a operação ‘Maus Caminhos’ da Polícia Federal (PF).

De acordo com o TRE, a coligação ‘Por uma só Manaus’ deverá “comparecer perante as emissoras para cumprir a medida liminar” e solucionar o caso.

Outros casos

Durante blitz eleitoral, no dia 3 de setembro, um carro de som que estava sendo utilizado para fazer propaganda política para um candidato a vereador do Partido Democrático Trabalhista (PDT) foi notificado pela equipe de fiscalização do TRE-AM.

No dia 10 de setembro, na Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, cabos eleitorais do candidato Luciano Mauro adesivaram um carro com metragem acima do permitido, enquanto que, no Novo Aleixo, na mesma zona, o vereador, candidato à reeleição, Dr. Wanderley foi flagrado oferecendo consultas médicas e odontológicas em troca de voto e, ainda, afixando cartazes em locais proibidos.

Ambos os candidatos foram notificados pelo Tribunal.

Por equipe EM TEMPO online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir