Sem categoria

Artesanato amazonense estará nas principais feiras nacionais de 2016, informa Setrab

Peças típicas da cultura local já estão garantidas para embarcar - foto: divulgação

Peças típicas da cultura local já estão garantidas para embarcar – foto: divulgação

O artesanato amazonense está presente nos principais eventos do gênero este ano, segundo divulgou nesta sexta-feira (18) a Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab).

Peças típicas da cultura local já estão garantidas para embarcar rumo a destinos como a Fenearte 2016 (maior feira de artesanato da América Latina, marcada para acontecer de 7 a 17 de julho, em Olinda, no Recife) e a Feira Nacional de Artesanato 2016 (que acontece de 6 a 11 de dezembro, em Belo Horizonte, Minas Gerais).

Além disso, o artesanato fará parte de exposição montada especialmente durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro, no Píer Mauá, em agosto. Para dar transparência ao processo, a secretaria irá abrir edital para o processo de seleção dos participantes.

Na véspera do Dia do Artesão, comemorado neste sábado, 19 de março, a coordenadora do Programa do Artesanato Amazonense, Claudia Monteiro, destaca a importância da participação dos artesãos locais nas feiras ligadas ao setor.

“O grande gargalo é que eles não têm meios para escoar a sua produção, o que acaba abrindo espaço para ação de atravessadores. Por isso, esse trabalho é essencial para que os artesãos exponham suas peças e ganhem autonomia para negociar posteriormente”, explica Claudia. Em 2015, os artesãos do Amazonas comercializaram mais de R$ 1,5 milhão com a venda direta de suas peças em feiras.

Carteira
Para ter a possibilidade de participar das feiras, além de oficinas e cursos de capacitação, os interessados devem possuir a Carteira Nacional do Artesão, expedidas gratuitamente pela Setrab. Com ela, o artesão pode vender legalmente seu produto e ter acesso a Nota Fiscal Avulsa de Emissão Eletrônica (e-NFA), ficando isento ainda do pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A Secretaria de Estado do Trabalho tem um cronograma montado de cadastramento e consequente emissão da Carteira Nacional do Artesão para os próximos meses. A ideia é percorrer 19 municípios do Estado realizando esse trabalho que, devido às peculiaridades geográficas da região, requer um pouco mais de planejamento, segundo explica a coordenadora do Programa do Artesanato Amazonense.

De acordo com dados da Setrab, já foram cadastrados no Amazonas 3,3 mil artesãos. Somente em 2015, o número de cadastro chegou a 488, com 272 carteiras expedidas.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir