Esportes

Arouca é suspenso preventivamente por doping

Volante palmeirense Arouca está suspenso por doping - foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras

Volante palmeirense Arouca está suspenso por doping – foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras

O volante Arouca, do Palmeiras, foi suspenso preventivamente pelo STJD, nesta sexta-feira (2), por 30 dias após ser pego no exame antidoping na partida contra o Internacional, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em nota, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva afirma que o “relatório técnico emitido pelo laboratório UCLA foi encontrada a substância Hidroxytriamcinolone acetonide”, proibida de acordo com o Regulamento de Controle de Doping da FIFA, CBF e pela Agência Mundial Antidoping.

O que clube e o atleta têm prazo de até cinco dias úteis para apresentar a defesa por escrito e provas para que não haja punição. Caso seja confirmado o doping, Arouca pode ficar até quatro anos fora do futebol.

Na semana passada, os médicos do Palmeiras afirmaram que não pedirão a contraprova à comissão de doping da CBF.

“Fizemos uma infiltração com o medicamento Triancil, na caixa deste medicamento consta ‘uso adulto e intra-articular’. É fundamental ressaltar o intra-articular, porque esta substância é dopante em alguns casos e em outros permitidos”, disse o médico da equipe alviverde, Rubens Sampaio, no dia 31 de agosto.

Aos 30 anos, Arouca não tem histórica de doping na carreira. Com passagens por Fluminense, Santos, São Paulo e pelas seleções de base e principal do Brasil, o volante já ganhou quase todos os títulos de expressão pelos clubes que passou.

O último deles foi a Copa do Brasil de 2015 pelo Palmeiras. Pelo Santos faturou a Libertadores e a Copa Sul-americana.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir