Cultura

Arlindo Júnior continua internado e não há previsão de alta

Arlindo Júnior passou mal durante uma sessão na Câmara Municipal (CMM) no dia 10 de outubro - foto divulgação

Arlindo Júnior passou mal durante uma sessão na Câmara Municipal (CMM) no dia 10 de outubro – foto divulgação

Há uma semana internado no Hospital Samel, situado na avenida Joaquim Nabuco, no Centro de Manaus, com problema pulmonar, o cantor de toadas e vereador de Manaus, Arlindo Júnior, continua sem previsão de alta. De acordo com a assessoria de imprensa do levantador de toadas, nesta quarta-feira (19), o resultado do exame deve indicar quais foram as causas da doença.

Arlindo Júnior passou mal durante uma sessão na Câmara Municipal (CMM) no dia 10 de outubro e foi diagnóstico com derrame pleural – que é o acúmulo e líquido no pulmão. Ele fez um procedimento cirúrgico e aguarda o resultado do exame feito no humor aquoso retirado do órgão na última quinta-feira (13).

Ainda segundo a assessoria, os médicos já descartaram a possibilidade do ‘Pop da Selva’ ter contraído uma bactéria resistente durante a campanha eleitoral deste ano, ou ainda, de ser acometido pela tuberculose. A equipe médica acredita que o cantor está como uma pneumonia, que foi adquirida há dois meses em São Paulo. Na ocasião, ele também ficou internado.

“Ele teve a pneumonia, mas não se curou direito. A doença acabou voltando mais forte”, disse a assessoria por telefone.

Homenagem

Após a internação, Arlindo – que foi confirmado na programação do Boi Manaus 2016 – teve a participação cancelada. Entretanto, o cantor será homenageado durante a segunda noite do evento no Circuito Ponta Negra, neste sábado (22), pelos artistas Renato Freitas, Klinger Araújo, Prince do Boi e Junior Paulain. Eles comandarão o ‘Trio do Pop’, que percorrerá o circuito a partir das 21h45.

No repertório, os cantores apresentarão músicas interpretadas ao longo da carreira do ‘Pop da Selva’. Arlindo Junior está se recuperando de um problema pulmonar, segue internado no hospital em tratamento, mas passa bem. Não previsão para a alta médica. Inicialmente, os médicos que atenderam o cantor deram 15 dias de afastamento da CMM, que pode ser prorrogado se o estado de saúde não apresentar melhoras.

Portal EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir