Sem categoria

Arena da Amazônia se torna ‘casa’ do futebol feminino em 2016

Arena da Amazônia já recebeu partidas do Iranduba feminino durante a disputa do Brasileirão - foto: Ricardo Oliveira

Arena da Amazônia já recebeu partidas do Iranduba feminino durante a disputa do Brasileirão – foto: Ricardo Oliveira

Perto de ser entregue ao Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos para os jogos de futebol das Olimpíadas em Manaus, a Arena da Amazônia Vivaldo Lima já tem uma programação definida para os meses restantes de 2016. Em entrevista coletiva, o titular da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Fabrício Lima, anunciou os eventos esportivos que o estádio vai receber.

As semifinais e finais da Liga Feminina de Futebol Sub-20 serão realizadas na arena e com entrada franca para todos os setores. A primeira partida das decisões será entre Iranduba e Vasco, no próximo dia 22, às 20h (de Manaus). Além deste, o local ainda irá receber os jogos da Série D do Campeonato Brasileiro neste sábado (18), entre Nacional e Atlético-AC. Já no dia 26, o estádio recebe o jogo entre o Leão da Vila Municipal e Trem-AP.

“Estamos cientes sobre os altos custos dos ingressos para o duelo entre Brasil e Colômbia, e temos o objetivo de abrir as portas da arena para todos que poderão estar aqui no dia 22, para torcer para as meninas do Iranduba”, disse o secretário da Sejel, Fabrício Lima, ao se referir sobre os valores do jogo para as eliminatórias da Copa de 2018, no dia 6 de setembro.

De acordo com Fabrício, a Sejel seguirá dando todo o suporte para o Campeonato Amazonense infantil e juvenil, além de também estarem articulando os jogos de Figueirense, Criciúma e Avaí, pelas Séries A e B do Campeonato Brasileiro.

Enquanto as modificação que deverão ser feitas no estádio para as Olimpíadas, o local teve que adaptar mais dois vestiários, uma vez que a capital receberá partidas em rodadas duplas. Para isto, o Governo liberou uma quantia de R$ 435 mil para as obras que já estão em andamento.

“As obras já estão bastante adiantadas. Ontem mesmo entrei em contato com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), que me confirmou que estamos dentro do cronograma e em junho estaremos entregando os novos vestiários”, afirmou o titular da Sejel, ao comentar sobre a obra que passou por uma adaptação para as mulheres, já que o local nunca recebeu uma partida de futebol feminino entre seleções.

Após os jogos olímpicos, a Arena da Amazônia Vivaldo Lima estará aberta para a visitação, onde o público também poderá conhecer o primeiro Museu Olímpico do Brasil, que disponibilizará peças dos Jogos e outros artigos do antigo Vivaldão. As visitas serão guiadas e cobradas por um preço simbólico, ainda não divulgado. Toda a renda, segundo Fabricio Lima, será repassada ao Fundo Estadual de Esporte e Lazer (Feel), que possibilitará apoio ao esporte local.

Torneio internacional

A arena seguirá sendo palco do futebol feminino mesmo após as olimpíadas, uma vez que a seleção brasileira retornará ao local para o Torneio Caixa Internacional de Futebol da modalidade, que será realizado entre os dias 7 e 18 de dezembro, com promessa de grandes confrontos entre Brasil, Argentina, Canadá e Itália ou Portugal (ainda em articulação).

“Nosso objetivo é fomentar o futebol na Arena da Amazônia e abrir as portas para as pessoas que não terão como assistir um jogo durante as Olimpíadas ou seletivas para a Copa de 2018”, finalizou Fabrício Lima.

 

Por Wal Lima

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir