Dia a dia

Área desocupada por venezuelanos recebe mutirão de limpeza e arborização

Técnicos da Semmas iniciaram o plantio de algumas mudas – Divulgação

A Prefeitura de Manaus deu início na tarde desta quinta-feira (1º), ao trabalho de remoção dos resíduos deixados na área onde estavam acampados os migrantes indígenas venezuelanos. No local, um trecho da área da rotatória próxima ao Terminal Rodoviário de Manaus, deverão ser plantadas 30 mudas de árvores pelo Programa Arboriza Manaus. O trabalho foi realizado em conjunto pelas secretarias municipais de Limpeza Urbana (Semulsp) e Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

A Semulsp mobilizou 20 trabalhadores para a ação que incluiu varrição, coleta e remoção do lixo. “A operação foi bastante rápida por se tratar de um espaço reduzido e queremos interferir o mínimo possível no tráfego de pedestres no local”, explicou o subsecretário Operacional de Limpeza Pública, José Rebouças.

Logo após o trabalho de limpeza, técnicos da Semmas iniciaram o plantio de algumas mudas. Alguns indígenas que ainda se encontravam no local entraram no clima de recuperação paisagística da área e ajudaram a plantar as mudas. O paisagismo nesta área está previsto no Arboriza Manaus e, agora, técnicos da Semmas vão avaliar as condições do solo para a realização de novos plantios.

Os migrantes venezuelanos foram acolhidos no prédio onde funciona o Serviço de Acolhimento Institucional de Adultos e Famílias, na alameda Cosme Ferreira, s/nº, Coroado, zona Leste.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir