Política

Arcebispo de Manaus receberá Título de Cidadão Amazonense, nesta quinta-feira

O novo arcebispo de Manaus chegou à Amazônia há 34 anos, no dia 15 de março de 1979, na cidade de Feijó  - foto: reprodução

O novo arcebispo de Manaus chegou à Amazônia há 34 anos, no dia 15 de março de 1979, na cidade de Feijó – foto: reprodução

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) realizará, às 11h desta quinta-feira (13), Sessão Especial de entrega do Título de Cidadão do Amazonas ao arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sérgio Castriani, pelos relevantes serviços prestados ao Estado. A autoria da homenagem é do deputado José Ricardo Wendling (PT), conforme Lei nº 3.928/2013.

Dom Sérgio Castriani nasceu em 1954, em Regente Feijó (SP), e sua Ordenação Presbiterial foi em 1978, em São Paulo. Estudou Filosofia na Faculdade Nossa Senhora Medianeira (SP) e Teologia no Instituto Teológico Pio XI também na capital paulista.

O novo arcebispo de Manaus chegou à Amazônia há 34 anos, no dia 15 de março de 1979, na cidade de Feijó (AC). Há 14 anos, iniciou seu trabalho missionário em Tefé (AM), onde foi ordenado bispo no dia 9 de agosto de 1998. E no dia 12 de dezembro de 2012, foi nomeado arcebispo de Manaus, tomando posse no dia 23 de fevereiro de 2013.

Dentre as suas principais atividades antes do episcopado, destacam-se: vigário paroquial e pároco (Feijó/AC); assessor da Pastoral da Juventude, professor e vigário em São Paulo; diretor da Casa de Filosofia CSSp (SP); ecônomo provincial; e conselheiro geral do CSSp. Como bispo de Tefé, atuou como secretário da Região Norte 1 da CNBB (Norte do Amazonas e Roraima) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial por dois mandatos (2003 a 2011). Atualmente, faz parte da Comissão Episcopal para a Amazônia. Seu lema episcopal é “Habitou entre nós”.

De acordo com José Ricardo, é justa a homenagem a Dom Castriani, um dedicado pastor, com relevante atuação no Amazonas e com vasta caminhada junto ao povo desta região do Brasil. “Junto com as comunidades ribeirinhas, com os povos indígenas e com os mais necessitados, vem lutando pela garantia dos direitos básicos da população, na luta pela preservação ambiental, pregando sempre o Evangelho aonde quer que vá. Um testemunho de missionário, que veio de São Paulo pregar a paz e a justiça e que merece o nosso reconhecimento público. Parabéns, Dom Sérgio, nosso novo Cidadão do Amazonas”, declarou o parlamentar.

Para a Sessão Especial foram convidados, dentre outras entidades: Arquidiocese de Manaus, Regional Norte I da CNBB AM/RR, Centro de Direitos Humanos (CDH) da Arquidiocese de Manaus, Pastoral Social, Pastorais Sociais Arquidiocesanas, Pastoral da Criança, Pastoral Carcerária, Pastoral DST/ Aids, Pastoral Indigenista, Pastoral Operária, Pastoral do Migrante, Pastoral da Pessoa Idosa,  Pastoral da Saúde, Pastoral Familiar, Pastoral do Menor, Pastoral da Juventude Arquidiocesana, Pastoral da Comunicação (Pascom), Cebs Arquidiocesana, Conferência dos Religiosos do Brasil, SOS Encontro das Águas, Movimento Comunitário Vida e Esperança (MCVE), Movimento Comunitário pela Cidadania (Mococi), Casa Mamãe Margarida, Associação Cultura Vida e Cidadania, Casa da Criança, Casa de Apoio Frei Mário Monacelli, Fundação Rio Mar, Núcleo dos Direitos Humanos Pe. Rugerro e Projeto Cultura e Cidadania Grupo Singeleza.

Com informações da assessoria de comunicação

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir