Dia a dia

Arboriza Manaus chega a Torquato Tapajós e realiza plantio para preenchimento de espaços

. O plantio busca preencher espaços vazios deixados por processos de arborização anteriores onde houver espaço em toda a extensão central da via - foto: Karla Vieira/Semcom

O plantio busca preencher espaços vazios deixados por processos de arborização anteriores em toda a extensão central da via – foto: Karla Vieira/Semcom

Mais de 200 mudas de árvores das espécies pau pretinho e jutairana deverão ser plantadas no canteiro central do corredor viário da avenida Torquato Tapajós, Zona Oeste, por meio do projeto Arboriza Manaus, da prefeitura. O plantio busca preencher espaços vazios deixados por processos de arborização anteriores onde houver espaço em toda a extensão central da via.

O trabalho prossegue após as intervenções do Arboriza Manaus já realizadas nos principais corredores viários da Zona Norte, a exemplo das avenidas Max Teixeira, Camapuã, Noel Nutels, Nathan Xavier, Bolas do Oito e da Cascavel, Complexo Viário 28 de Março, avenida Guaranás, na Baixada Fluminense, além dos parques da Juventude 1 e 2 do Loteamento Nascentes das Águas Claras, praças do Petrópolis e Dom Pedro.

Desde o dia 21 de março, quando foi lançado, até o momento o Arboriza Manaus, que tem como meta realizar o plantio de 10 mil mudas em 58 logradouros públicos da cidade, já plantou 2.339 mudas. Com a ação na Torquato Tapajós, esse número subirá para 2.536.

“Estamos avançando com as ações de plantio num ritmo intenso de trabalho. Nossa intenção é atingir e até quem sabe suplantar a meta das 10 mil mudas até o final do ano”, afirmou o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Itamar de Oliveira Mar, lembrando que, de março até agora, já foram atingidos 25% da meta, em aproximadamente três meses.

A Semmas reforçou o plantio com a contratação de terceirizados para atuar nos logradouros públicos, com recursos do Fundo Municipal de Desenvolvimento e Meio Ambiente (FMDMA). O objetivo é realizar ações de arborização diariamente ao longo de todo o ano.

Em algumas situações, o plantio de mudas necessita da retirada de camada asfáltica do solo, a exemplo de alguns trechos das avenidas André Araújo, Djalma Batista, Constantino Nery e da própria Torquato Tapajós.

Ilhas de calor

Outro aspecto importante do trabalho é o combate às ilhas de calor da cidade. Conforme estudos relacionados a esse fenômeno em Manaus, a Zona Norte é uma das regiões da cidade que apresentam as temperaturas mais altas.

 

Da redação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir