Sem categoria

Apresentações do 5º Festival Amazonas de Música iniciam nesta quarta à noite

Alaídenegão é uma das atrações da mostra não competitiva – foto: divulgação

Alaídenegão é uma das atrações da mostra não competitiva – foto: divulgação

As apresentações de artistas e bandas da 5ª edição do Festival Amazonas de Música terão início às 19h30 desta quarta-feira, no Teatro Amazonas. Nesta primeira noite, 15 músicos apresentarão as composições selecionadas para a modalidade competitiva.

O festival, que acontece até o próximo sábado (27), é uma realização do governo do Amazonas por meio da Secretaria de Estado da Cultura (SEC).

Ao todo, 30 artistas vão disputar a mostra competitiva, que acontecerá hoje e amanhã. A cada noite, 15 músicas serão apresentadas e 10 serão selecionadas pelos jurados para participar da final, que vai acontecer no sábado.

Na sexta-feira (26), será a vez dos shows de seis artistas fora de competição: Hoje Só Quero Sambar, banda BodóHell, banda Alaídenegão, show Mistério Amazônico, Nois Pur Nois e Grupo Yeshua.

Nesta edição, o Festival Amazonas de Música conta com uma premiação total de R$ 56 mil, dividida em R$ 18 mil para o ganhador da mostra competitiva e R$ 15 mil e R$ 10 mil para o segundo e terceiro lugar, respectivamente.

A novidade este ano é o prêmio de R$ 3 mil ao compositor da canção vencedora do voto popular, que será escolhido pelo público. Os jurados selecionarão ainda a melhor canção e melhor intérprete, que receberão R$ 5 mil cada um.

Ainda no dia 27, haverá um show especial do Carrapicho, grupo escolhido para ser o homenageado da mostra neste ano. Todas as apresentações são abertas ao público e gratuitas, no Teatro Amazonas.

Para o secretário de Cultura, Robério Braga, o festival é um dos mais importantes do Estado e é um incentivo à cultura local. “Todo o formato do festival é criado por músicos e pessoas que atuam na arte local. O papel da Secretaria de Cultura é incentivar a criação artística desses profissionais e o Festival Amazonas de Música é fundamental para isso”, afirma.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir