Esportes

Após tumulto na Bombonera, atleta é internado com inflamação no cérebro

Sebastian-Driussi-image

Neste sábado (16), o River Plate divulgou em suas redes sociais que o jovem atacante Sebastián Driussi não participaria dos treinos por conta de uma encefalite, uma inflamação no cérebro.

Aos 19 anos, o atleta foi um dos alvos do composto químico atirado por um torcedor não identificado do Boca Juniors na partida entre os clubes pela Libertadores na última quinta-feira (14).

Após o breve comunicado do River Plate, o jornal argentino La Nación divulgou que o jogador havia sido internado em um hospital de Buenos Aires com “fortes dores de cabeça” e “transtornos gastro-intestinais”.

Ainda que Driussi não tenha recebido um diagnóstico definitivo, acredita-se que a encefalite esteja relacionada com a exposição ao composto químico, já que uma das possíveis causas para a inflamação é o contato com produtos tóxicos.

O jogador é considerado uma das grandes promessas argentinas, e foi chamado para disputar o Mundial Sub-20, que acontecerá na Nova Zelândia.

Tumulto

A confusão na Bombonera começou na volta do intervalo. Após um primeiro tempo sem gols, resultado que classificaria o River devido à vantagem obtida na partida de ida (1 a 0), os jogadores da equipe visitante foram atingidos por gás de pimenta.

A partida ficou interrompida por mais de uma hora até que a arbitragem determinou que ela fosse suspensa.

Quatro jogadores do River tiveram inflamação na córnea devido ao contato com o gás.

Imagens da transmissão da partida mostram um torcedor do Boca com uma solda abrindo um buraco no acrílico que separa o campo das arquibancadas e outro, com nariz e boca protegidos, mexendo no túnel inflável usado pelos atletas do River para chegar ao gramado.

A procuradoria-geral de Buenos Aires informou ao jornal “Olé” que a Bombonera será interditada.

A Conmebol deu prazo até as 15h (de Brasília) deste sábado (16) para o Boca Juniors lhe dar sua versão sobre a confusão.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir