Sem categoria

Após tiroteio, PMs são presos em Itacoatiara

Os três PMs se encontram presos no 2º BPM de Itacoatiara - foto: divulgação

Os três PMs se encontram presos no 2º BPM de Itacoatiara – foto: divulgação

Três policiais militares lotados do 1º Batalhão de Choque da Polícia Militar foram presos na madrugada desta sexta-feira (4), por volta das 1h, após atirarem contra uma viatura do 2º Batalhão da PM de Itacoatiara (a 176 quilômetros de Manaus). O fato aconteceu em um bar próximo ao estacionamento do centro de eventos onde funciona o Fecani, localizado na rua Benjamin Constant, no bairro São Jorge.

De acordo com testemunhas, os PMs estavam no local à trabalho, em prol da Operação Fecani 2015. Na ocasião, o trio, que estava sob efeito de álcool, ameaçou populares que se encontravam no local.

Por conta disso, policiais militares do 2º Batalhão da PM foram acionados na tentativa de conter os PMs. Quando chegaram ao local, houve resistência por parte do trio que começou a efetuar vários disparos contra a guarnição.

Segundo informações do comandante do 2º BPM, major Beckman, os PMs ficaram irritados com a chegada da polícia. “Eles não obedeceram à ordem de prisão e começaram a disparar contra a viatura. Os tiros ainda atingiram uma motocicleta e uma casa. Foi preciso algemá-los. Por sorte, ninguém ficou ferido”, comentou.

Ainda conforme o major, dois deles estavam fardados e um estava à paisana. “Quando eles foram algemados, o que estava à paisana ainda disparou dentro da viatura, causando danos materiais”, salientou Beckman.

Os três infratores se encontram presos no 2º BPM de Itacoatiara. Eles foram autuados em flagrante pela Diretoria de Justiça e Disciplina da Polícia Militar (DJD) do município e vão ser transferidos para o Núcleo de Presídio Militar, na capital, onde vão responder pelo crime militar (quando há desvio de conduta).

O caso será encaminhado à Corregedoria-Geral da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), onde será apurado.

Por Narel Desiree
Colaborou Mara Magalhães

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir