Esportes

Após tiros e mortes, campo de universidade é liberado para a seleção

A seleção precisou antecipar o treinamento em uma hora, e trabalhar novamente no StubHub Center, centro de treinamento do Los Angeles Galaxy - foto: divulgação

A seleção precisou antecipar o treinamento em uma hora, e trabalhar novamente no StubHub Center, centro de treinamento do Los Angeles Galaxy – foto: divulgação

A CBF confirmou que a seleção brasileira treinará nesta quinta (2) em um dos campos da UCLA, a Universidade da Califórnia, que está liberada após a morte de duas pessoas na quarta (1º), que impediu o time Dunga de treinar no local.

Na manhã de quarta (1º), hora local, um homem identificado como Mainak Sarkar matou o professor de engenharia William Klug, e depois se suicidou -a polícia investiga os motivos do crime.

Os tiros aconteceram no prédio de engenharia, mas toda a universidade foi fechada e evacuada, impedindo o treino da seleção, que estava marcado para as 17h local (21h de Brasília).

A seleção precisou antecipar o treinamento em uma hora, e trabalhar novamente no StubHub Center, centro de treinamento do Los Angeles Galaxy, time local, que foi palco de um amistoso entre El Salvador e Armênia.

Há problema também para a seleção treinar em Orlando, onde no dia 8 de junho enfrenta o Haiti, pela segunda rodada do Grupo B da Copa América. O campo de um complexo esportivo da ESPN está muito ruim, devido a um campeonato de crianças realizado por lá, e a organização da Copa América procura outro local.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir