Sem categoria

Homem é assassinado após tentar estuprar mulher

Vítima foi encontrada por moradores do local. Foto: Josemar Antunes

Vítima foi encontrada por moradores do local. Foto: Josemar Antunes

O corpo de um homem identificado como Jevandro da Silva Régis, 25, foi encontrado por volta das 12h deste domingo (27), na margem de um igarapé, que corta um terreno baldio situado na rua Salvador, bairro Nova Vitória, Zona Leste de Manaus. A suspeita é que a vítima teria tentado estuprar uma mulher na noite do último sábado.

Segundo informações de populares, a vítima havia entrado na residência de uma mulher que após reagir à ação do homem, teria pedido ajuda de vizinhos que conseguiram capturar o suspeito e espancá-lo até a morte.

O homem também foi agredido a chutes e socos e levado para o terreno onde foi morto. A polícia apontou a princípio que a vítima apresentava perfurações e agressões físicas pelo corpo. Uma faca, possivelmente utilizada no crime foi encontrada no terreno e recolhida pelos investigadores da Polícia Civil.

Conforme informações da polícia, a vítima foi encontrada por um morador, quando apanhava tucumã (fruto da região amazônica) no local e avisou a polícia.

“Eu sempre vou apanhar frutas no local, que fica nas mediações do meu quintal, quando acabei me deparando com o corpo. Em seguida, avisei o meu filho, que acionou a polícia”, declarou o mestre de obras de 63 anos, que preferiu não se identificar.

Os moradores informaram ainda que o local, além de não possuir iluminação pública, é frequentado por usuários de drogas.

Muitos curiosos estiveram no local, mas não reconheceram a vítima. O homem estava parcialmente despido, apenas com uma calça jeans na altura dos joelhos.A ocorrência foi atendida inicialmente por policiais militares da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). O Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar a vítima do terreno de difícil acesso.

A equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investigará o caso. A autoria ainda é desconhecida para a polícia.

Por Josemar Antunes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir