Sem categoria

Após sofrer tentativa de estupro, mulher é agredida a pauladas em Jutaí, no AM

A mulher foi encontrada por moradores, coberta de sangue e com o crânio exposto e levada para o hospital da cidade - foto: divulgação

A mulher foi encontrada por moradores, coberta de sangue e com o crânio exposto e levada para o hospital da cidade – foto: divulgação

Uma mulher de 25 anos foi agredida a pauladas, na madrugada desta segunda-feira (8), após ser atacada por um homem, identificado como Raimundo Nazaré Oliveira Andrade, 25, que tentou violentá-la sexualmente. O crime chocou os 17 mil habitantes do município de Jutaí (a 751 quilômetros de Manaus).

De acordo com a polícia, o caso ocorreu quando a vítima voltava para casa depois de uma festa, por volta das 2h, na rua São Francisco, Centro do município. A jovem foi levada à força pelo agressor até um matagal, onde chegou a travar uma luta corporal  para se defender.

O suspeito, ao perceber que não ia conseguir consumar  a violência sexual, desferiu vários golpes de pau na cabeça e em todo corpo da vítima.

A mulher foi encontrada por moradores, coberta de sangue e com o crânio exposto -desmaiada e despida. Ela foi socorrida por populares e levada à uma unidade hospitalar de Jutaí.

De acordo com o titular da 56ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), Genilson Parente Arruda, o autor do crime foi levado ao DIP pelo irmão dele, de 42 anos.

Em depoimento à polícia, Raimundo disse que conheceu a jovem no clube de festas da cidade e que consumiram bebida alcoólica e depois saíram do local. “Eles saíram da festa, embriagados, e, no caminho,  o homem tentou estuprá-la, mas como não conseguiu, acabou agredindo a jovem”, disse o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, após o crime, Raimundo se escondeu na casa onde morava com a família.

A vítima passou por procedimentos cirúrgicos  e apresenta quadro de saúde  estável, porém, será transferida para o hospital de Fonte Boa para uma avaliação médica mais detalhada.

Raimundo foi autuado pelos crimes de tentativa de estupro e homicídio, e permanecerá preso na unidade policial do município.

Por Josemar Antunes (especial EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir