Dia a dia

Após ser atingido por 9 facadas, homem é jogado de carro em via pública e morre no Viver Melhor 2

o homem foi atingido por nove facadas, sendo três no peito, uma no pescoço e cinco nas costas - foto: Mara Magalhães

o homem foi atingido por nove facadas, sendo três no peito, uma no pescoço e cinco nas costas – foto: Mara Magalhães

Um homem identificado, supostamente, somente como David, foi morto com nove facadas e jogado de um carro, em via pública, por volta das 11h deste sábado (13). O fato ocorreu na rua União, conjunto Viver Melhor 2, Zona Norte da cidade.

De acordo com relatos de testemunhas, ocupantes de um carro modelo Celta de cor prata, placa não identificada, jogaram o rapaz na via. Após empurrarem o corpo para fora do automóvel, o motorista ainda saiu e se aproximou da vítima, em seguida entrou no veículo e fugiu do local.

“Eu estava na janela da minha casa, quando vi o carro parado no local e em seguida vi ele sendo jogado de dentro do veículo. Ainda estava vivo e gritou por socorro. O motorista do carro ainda saiu e chegou bem perto dele, olhou rapidamente, entrou no automóvel e foi embora. Tinha umas três pessoas dentro do carro”, disse uma moradora do bairro que preferiu não se identificar com medo de represálias.

Um jovem de 17 anos, que também preferiu não se identificar, falou que o homem estava com mãos amarradas no momento que foi jogado do veículo.

“Ele estava com as mãos amarradas com um lacre, quando foi jogado do carro, ele ainda estava vivo e ficou agonizando no local até morrer. Devido ele ficar se debatendo o lacre soltou. O celular dele ainda chegou a tocar no momento que ele estava agonizando”, disse o jovem.

Os curiosos que se aglomeram no local da ocorrência informaram que a vítima é morador da quadra 14 do conjunto, mas nenhum familiar compareceu ao local.

De acordo com o delegado plantonista do 15º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Fabiano Nascimento, o homem foi atingido por nove facadas, sendo três no peito, uma no pescoço e cinco nas costas.

Aina conforme o delegado, possivelmente, o crime esteja relacionado com o tráfico de drogas, uma vez que o celular da vítima estava no bolso, descartando a possibilidade de latrocínio (roubo seguido de morte).

Questionados se a vítima tinha envolvimento com alguma pratica ilícita, os moradores do local preferiram não comentar sobre o assunto.

Segundo o Instituto Médico Legal (IML), que fez a remoção do corpo, o rapaz trajava uma camisa do Flamengo e uma bermuda branca, aparentemente ele tem entre 20 a 30 anos.
Inicialmente o caso será registrado no 15º DIP, mas será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Moradores do conjunto reclamaram da falta de segurança do local. Segundo eles, o bairro está dominado pelo tráfico de drogas e a polícia não realiza patrulhamento pela área.

“Aqui é muito perigoso, estamos à mercê da própria sorte, quem manda são os traficantes. Esse local é dominado pelo tráfico e a polícia não toma nenhuma providência”, disse uma moradora indignada.

Por Mara Magalhães

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir