Política

Após queda de braço, PT perde cargo ligado à Integração Nacional para o PP

O PT perdeu a queda de braço e um dos órgãos de segundo escalão mais cobiçados do governo federal, a Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba), será comandado pelo PP do Piauí.


Indicado pelo senador Ciro Nogueira (PP-PI), o ex-vice-governador do Piauí Felipe Mendes foi escolhido como novo superintendente do órgão. A nomeação foi publicada “Diário Oficial” da União nesta terça-feira (19).

A escolha de um apadrinhado do PP para a vaga marca o processo de redistribuição de cargos federais -sob coordenação do vice-presidente Michel Temer (PMDB)-, no qual o PT abrirá mais espaço para aliados.

Desde 2011, a Codevasf era comandada pelo engenheiro Elmo Vaz, indicado para ao cargo pelo ex-governador da Bahia e hoje ministro da Defesa, Jaques Wagner (PT).
A disputa, contudo, foi precedida de uma intensa queda de braço entre petistas e pepistas do Nordeste.

Após perder o Ministério das Cidades para o PSD, do atual ministro Gilberto Kassab, e ser compensado com a pasta da Integração Nacional, o PP pressionou para obter o ministério com “porteira fechada” e nomear dirigentes de órgãos como a Codevasf.

Já o ministro Jaques Wagner, tido como um dos auxiliares mais próximos da presidente Dilma Rousseff (PT), defendeu a permanência de Elmo Vaz. O coro foi engrossado por um ofício assinado por 25 deputados que foi encaminhado à presidente.

ESTRATÉGICO

Com um orçamento de R$ 490 milhões para 2015, a Codevasf é responsável por executar as obras de revitalização do rio São Francisco, além da implantação de perímetros irrigados.
É cobiçado por sua capilaridade no Nordeste e em Minas Gerais, já que possui três escritórios de representação e oito superintendências regionais.

Para os petistas baianos, o órgão era tido como estratégico por ser responsável pela execução do eixo sul da transposição do rio São Francisco. Orçada em R$ 4 bilhões, a obra é prioridade do governador da Bahia, Rui Costa (PT).

O novo superintendente da Codevasf, Felipe Mendes, assumiu o cargo prometendo investimentos em projetos de irrigação no Piauí, base eleitoral de seus aliados.

Antes de ocupar esse posto, Mendes foi vice-governador de Hugo Napoleão (então no PFL, hoje no PSD), secretário de Planejamento do Piauí no governo Zé Filho (PMDB) e secretário de Finanças em Teresina na gestão de Sílvio Mendes (PSDB).

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir