Holofotes

Após polêmica, Wesley Safadão diz que vai doar cachê de show em Caruaru para caridade

O cantor Wesley Safadão afirmou na noite de sábado (25) que vai doar todo o cachê do show que fez em Caruaru (PE) para instituições de caridade locais. A decisão ocorre após polêmica envolvendo o valor pago ao músico -R$ 575 mil- em meio à crise econômica que afeta a cidade pernambucana.

O anúncio foi feito durante um intervalo da apresentação. “O que quero dizer para vocês agora é que tudo o que eu fiz agora, todo o meu cachê, eu não vou pegar um centavo desse dinheiro hoje”, afirmou, em vídeo disponibilizado em sua página oficial no Facebook.

“Todo o meu cachê vai ser revertido para as instituições de caridade de Caruaru (…) Então está certo, vou receber o cachê? Vou, mas vai ser todo doado”, afirmou o cantor. “E eu fiz questão de falar isso em público. Porque existe uma oposição que vai meter o cacete na prefeitura, que tem que falar mal e tal. Mas acabou sobrando para quem não tinha nada a ver com parada”, disse.

Safadão também criticou o governo. “Várias pessoas foram no meu Instagram dizer que ‘tu tá tirando dinheiro de Caruaru, Caruaru está assim, está assado’. Gente, o problema do país não é culpa minha não”, afirmou. “É o governo que tem que resolver, é o governo que tem que pagar bem aos professores, é o governo que tem que pagar bem. Não sou eu não”.

O show chegou a ser suspenso pela justiça, mas a prefeitura derrubou a liminar e manteve a apresentação.

O valor de R$ 575 mil seria 85% maior do pago pela prefeitura pelo mesmo artista na festa junina do ano passado. A cifra também é bem superior à que o cantor de forró receberá para cantar no São João de Campina Grande, na Paraíba: R$ 295 mil, sendo R$ 195 mil da prefeitura e R$ 100 mil de um patrocinador.

Em nota, a prefeitura de Caruaru diz que o cachê é compatível com o valor de mercado no artista e informa que outras cidades, como Patos (PB), pagaram cachê semelhante.
Além dos R$ 575 mil destinados ao cantor, a prefeitura de Caruaru gastará outros R$ 3,5 milhões com a contratação de artistas para o São João.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir