Sem categoria

Após mortandade de peixes, Manaquiri é socorrida com água potável e hipoclorito de sódio

Inicialmente, 100 famílias receberão do órgão água suficiente para o consumo direto durante sete dias – foto: divulgação

Inicialmente, 100 famílias receberão do órgão água suficiente para o consumo direto durante sete dias – foto: divulgação

Com o abastecimento de água prejudicado, devido à mortandade de peixes, as famílias do município de Manaquiri, na região do Baixo Solimões, começam a ser socorridas pelas autoridades do governo do Estado. Nesta quarta-feira (25), sete mil litros de água potável foram enviados à cidade pela Defesa Civil.

Inicialmente, 100 famílias receberão do órgão água suficiente para o consumo direto durante sete dias. A Defesa Civil AM está enviando também cinco mil frascos de hipoclorito de sódio, para a purificação de água oriunda de poços (cacimbas).

“Com a mortandade dos peixes, a única fonte de abastecimento de água dos ribeirinhos das comunidades de Manaquiri ficou contaminada e a nossa meta e garantir água potável a população e inibir a proliferação de doenças de veiculação hídrica, como as diarreias”, enfatizou o Secretário Adjunto do órgão, Hermógenes Rabelo.

De acordo com levantamento de agentes da Defesa Civil estadual, que realizaram fiscalização técnica na região na semana passada, pelo menos oito comunidades (Costa do Aruanã, Paraná do Manaquiri, Barroso, Costa do Barroso, Ilha do Barroso, Jaraqui, Poção e Igarapé Açu) estão sendo afetadas com a morte dos peixes.

Apesar do impacto, segundo a análise do Centro de Monitoramento do órgão, o desastre é de curta duração, já que o rio Solimões está em processo de transição entre a vazante e a enchente, garantindo assim o retorno da normalidade social.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir