Sem categoria

Após flagra em vídeo, Carrefour diz que rato em unidade de Manaus foi fato isolado

 

O Carrefour  terá três dias úteis para apresentar defesa e pode ser multado em até 400 UFMs, o equivalente a R$ 33.512 - foto: divulgação

O Carrefour terá três dias úteis para apresentar defesa e pode ser multado em até 400 UFMs, o equivalente a R$ 33.512 – foto: divulgação

A rede de supermercados Carrefour disse na tarde desta terça-feira (29), por meio de sua assessoria, ao EM TEMPO Online, que o episódio no qual um rato foi flagrado em vídeo roendo um pacote de pão integral em sua unidade no bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus, foi um fato pontual e isolado, que “não condiz com sua política de segurança alimentar, que segue de maneira estrita as normas da Vigilância Sanitária e demais legislações vigentes”.

O vídeo foi gravado pelo músico e jornalista Denilson Novo, 36, e publicado na noite dessa segunda-feira (28) no Facebook, o que gerou grande repercussão entre os internautas.
Durante o registro feito na rede social, o musico escreveu que o vídeo foi gravado por volta das 13h do mesmo dia, no momento em que ele estava fazendo compras no supermercado com a sua mãe.

Ele afirmou ainda na publicação que já tinha presenciado a mesma situação em outros supermercados da cidade, entretanto foi a primeira vez que viu no Carrefour.

“Não costumo publicar esse tipo de conteúdo, mas acredito que todos precisamos exigir um pouco mais de consideração. Sou testemunha presencial dessa cena e resolvi compartilhar para que todos fiquemos em alerta”, comentou o artista.

Em nota, a assessoria da rede informou ao tomar conhecimento do caso, reforçou os procedimentos de higiene e limpeza para o controle de pragas na unidade.
Ainda conforme a nota, os produtos expostos na gôndola foram descartados e o local devidamente limpo em conformidade com as regras de segurança alimentar.


Vistoria

A repercussão do caso ocasionou visita de agentes da Vigilância Sanitária do Município (Visa Manaus) à unidade, durante a manhã de hoje, para uma inspeção.
Segundo o diretor do órgão, Marco Fabris, durante a vistoria não foi constatada a presença de roedores, mas as condições do ambiente, em especial do depósito, exigiram que um auto de infração fosse lavrado.

“O ambiente estava desorganizado, sem higiene e limpeza – fatos que possibilitam o surgimento de insetos e roedores”, explicou.

“Esse tipo de denúncia tem uma grande importância, mas demora um pouco para chegar ao nosso conhecimento. O ideal é que casos como esse, quando identificados, sejam informados imediatamente à Visa Manaus por meio do 0800 092 023”, orientou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Ele explica que no caso desta denúncia nas redes sociais, a vigilância só tomou conhecimento à noite do fato ocorrido por volta das 13h de ontem. “Teríamos feito a vistoria na mesma tarde, mas pelo horário em que recebemos o vídeo, tivemos que aguardar a abertura da loja nesta terça-feira”, relatou Homero.

O Carrefour  terá três dias úteis para apresentar defesa e pode ser multado em até 400 UFMs, o equivalente a R$ 33.512.

Por equipe EM TEMPO online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir