Dia a dia

Após divulgação de foto, homem que tentou matar companheira é preso em ônibus, na Constantino Nery

Armostrong foi autuado por tentativa de homicídio. Após os procedimentos cabíveis, será conduzido à Cadeia Pública - foto: Ana Sena

Armostrong foi autuado por tentativa de homicídio. Após os procedimentos cabíveis, será conduzido à Cadeia Pública – foto: Ana Sena

A Polícia Civil apresentou na manhã desta quarta-feira (7) Armstrong Montenegro Sampaio, 30, que tentou matar sua companheira de 38 anos com 14 facadas, no dia 21 de maio de 2015, na Zona Sul de Manaus.

O suspeito foi preso na tarde dessa terça-feira (26), em um ônibus do transporte coletivo, na avenida Constantino Nery, bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus, horas depois da Polícia Civil ter divulgado sua imagem como ‘procurado’ nos meios de comunicação.

Conforme a polícia, o homem tentou matar a companheira por ciúmes. Na ocasião, ele desferiu 14 facadas na mulher, que passou 20 dias hospitalizada, em virtude da gravidade dos ferimentos.

Após ela sair do hospital, ela denunciou o marido e foi expedido um nadando de prisão pelo juiz Anésio Rocha Pinheiro, da 2º Vara do Tribunal do Júri, no dia 26 de junho de 20, por tentativa de homicídio, em nome de Armostrong. Devido a isso, ele era considerado fugitivo da Justiça.

Em depoimento, o suspeito alegou que sofre um distúrbio mental e que toma remédio controlado, mas na época que tentou matar a mulher, tinha passado alguns dias sem ingerir o medicamento, o que lhe causou um suto.

“Eu tenho um problema mental, tenho como provar isso. No dia que tentei matar minha esposa eu não tinha tomado o remédio e tive um surto”, disse tentando se justificar.
Ainda em depoimento, ele falou que meses depois do fato, a mulher o procurou e eles reataram o relacionamento.

Entretanto, a titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), Andrea Nascimento, disse que, até o momento, o suspeito não apresentou nenhum documento que comprove que ele realmente sofre algum distúrbio mental, então ele será levado para a cadeia pública, pois foi preso em cumprimento a mandado de prisão.

Armostrong foi autuado por tentativa de homicídio. Após os procedimentos cabíveis, será conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.

Por Mara Magalhães

Com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir