Esportes

Após decisão do COI, federações começam a decidir futuro da Rússia na Rio-2016

Poucas horas após o Comitê Olímpico Internacional(COI) anunciar neste domingo (24) que a Rússia não será banida da Olimpíada, a Federação Internacional de Tênis (ITF) declarou que os oito tenistas russos competirão normalmente.

A federação foi a primeira a se posicionar após decisão do COI. Representantes das outras modalidades devem anunciar nos próximos dias se aceitam ou não a participação de atletas russos na Rio-2016.

“Os oito tenistas russos nomeados para competir no Rio foram submetidos a rigorosos testes antidoping fora da Rússia”, afirmou a ITF em nota. “Um total de 205 amostras foram colhidas desde 2014, sendo 83 durante competições e 122 fora de torneios”.

Como nenhum dos atletas está envolvido com o relatório divulgado pela Wada (Agência Mundial Antidoping), os tenistas poderão competir normalmente.

Outra modalidade em que a Rússia não deve ter desfalques é o tiro esportivo.

A ISSF (Federação Internacional de Tiro Esportivo) afirmou ao COI que já esclareceu as dúvidas referentes a três casos de testes positivos para doping registrados como negativos no esquema estatal de doping divulgado no relatório.

Atletismo

A única equipe da Rússia proibida de competir nos Jogos do Rio até o momento é a de atletismo. Nesta semana, a CAS (Corte Arbitral do Esporte) rejeitou recurso dos 68 atletas contra o afastamento dos Jogos.

Com isso, estrelas do esporte como Ielena Isinbaieva, do salto com vara, ficarão fora da Rio-2016.

O COI definiu que todas as federações devem solicitar o nome dos envolvidos no esquema estatal de doping. “Nenhum envolvido, seja atleta, oficial ou federação nacional, poderá ser aceito nos Jogos Olímpicos”.

O relatório mostra que pelo menos 20 outras modalidades olímpicas tiveram casos de testes positivos para doping registrados como negativos.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir