Sem categoria

Após decisão da Justiça, traficante ‘Zé Roberto’ cumpre prisão domiciliar

Zé Roberto foi escoltado de volta a sua residência por três viaturas da Rocam com policiais militares fortemente armados - foto: Arthur Castro

Zé Roberto foi escoltado de volta a sua residência por três viaturas da Rocam com policiais militares fortemente armados – foto: Arthur Castro

O narcotraficante José Roberto Fernandes Barbosa, 42, mais conhecido como ‘Zé Roberto da Compensa’, foi liberado no início da tarde desta quarta-feira (27), conforme decisão judicial, para cumprir 30 dias em prisão domiciliar.

Zé Roberto foi escoltado de volta a sua residência – localizada na rua 237, bairro Cidade Nova, Zona Norte  de Manaus – por três viaturas de Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) com policiais militares fortemente armados de fuzis e metralhadoras à mão.

De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), o líder da facção criminosa ‘Família do Norte’ (FDN) já está sob monitoramento eletrônico e escolta policial.

O presidiário estava cumprindo pena no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e, após passar por procedimentos cirúrgicos no Hospital Adventista de Manaus, na Zona Sul da capital, o Ministério Público do Amazonas (MP-AM) se manifestou contrário a decisão e solicitou um outro laudo médico que comprovasse a necessidade de prisão domiciliar.

Esta é a segunda vez que o detento tem a liberação autorizada, na última sexta-feira (22) a juíza do Mirza Telma assinou a liminar que decide pelo tratamento de “Zé Roberto” em casa, após a conclusão do laudo médico do próprio médico do Complexo Presidiário alegar o tratamento do traficante em seu domicilio, no dia 8 de maio.

Na tarde da última terça-feira (26), o Dr. Andre Pires confirmou a necessidade do traficante se recuperar em seu domicílio. Com isso, a juíza Mirza Telma assinou um outro despacho confirmando a liberação do detento para o cumprimento de prisão domiciliar.

De acordo com a juíza, o despacho foi liberado com base nos laudos médicos. “ Cabe a mim analisar os laudos e autorizar a liminar. Com base na conclusão de profissionais especializados, liberei o réu para cumprir prisão domiciliar com o monitoramento eletrônico e escolta policial, devido a alta periculosidade do individuo”, disse a Juíza.

O processo em que consta autorização para a recuperação do traficante em prisão domiciliar segue em segredo de justiça no Tribunal de Justiça do Estado (TJ-AM) desde a última sexta-feira (22).

Zé Roberto deve permanecer com a tornozeleira até cumprir o prazo de liberação determinado pela Justiça.

Por Karine Pantoja (equipe AGORA) e Narel Desiree (especial EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir