Economia

Após boato, Riachuelo nega que vai fechar as portas em Manaus

Ao contrário do que foi divulgado na semana passada, a Riachuelo negou que vai fechar as portas em Manaus. A empresa vai manter o Centro de Distribuição e as sete lojas na cidade. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (13), por meio da assessoria de imprensa. A notícia animadora para o comércio local veio dias depois da Ricardo Eletro anunciar que pretende sair do Amazonas até o final do ano.

O posicionamento da franquia nacional aponta que a empresa manterá em pleno funcionamento o Centro de Distribuição e as suas filiais na capital amazonense. “A Riachuelo não tem planos de encerrar as atividades na cidade”, informou a nota.

A equipe de reportagem entrou em contato com o presidente Câmara de Dirigentes e Lojistas de Manaus (CDL), Ralph Assayag, mas não conseguiu o retorno. Ele chegou a se pronunciar sobre a possibilidade do fechamento das lojas da franquia na semana passada e disse que seria prejudicial aos trabalhadores amazonenses se a saída fosse concretizada.

Ainda não há a informação se o posicionamento da Riachuelo é resultado de negociações com a CDL, já que Assayag informou, na última sexta-feira (13), que tentaria reverter o suposto encerramento das atividades na capital. Segundo ele, a empresa poderia fechar as portas da rede de distribuição e transferir o trabalho para um fábrica no Paraguai.

Ricardo Eletro

Ao todo, 21 lojas da empresa instaladas no Amazonas, sendo 20 em Manaus e uma em Itacoatiara (a 274 quilômetros da capital), devem encerrar suas atividades até o final do ano. De acordo com a empresa, a medida faz parte da reestruturação estratégica da rede. Os atendimentos aos amazonenses vão continuar exclusivamente por meio da loja on-line.

Manoela Moura
EM TEMPO

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top