Sem categoria

Após acordo de pagamento salarial, rodoviários suspendem greve em Manaus

Segundo o prefeito, o município antecipou o pagamento de R$ 1.296.229,37, referente a cada parcela - foto: Marcio Melo

Segundo o prefeito, o município antecipou o pagamento de R$ 1.296.229,37, referente a cada parcela – foto: Marcio Melo

Após dois dias da greve dos rodoviários, os funcionários das empresas Líder, São Pedro e Veja, que reivindicavam o pagamento de salários atrasados, retomaram suas atividades nesta quarta-feira (9). A categoria suspendeu a paralização após uma reunião entre o prefeito Arthur Neto, o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), Carmine Furletti, e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário em Manaus (STTRM), Givanci Oliveira, às 10h, na sede do órgão, na Compensa, Zona Oeste.


Durante a reunião, ficou acordado que o restante do pagamento dos subsídios do mês de novembro e dezembro será depositado em conta ainda hoje. No acordo anterior, o pagamento seria realizado na próxima quinta-feira (10)

Segundo o prefeito, o município antecipou o pagamento de R$ 1.296.229,37, referente a cada parcela. Arthur disse ainda que agora cabe ao Governo do Estado o pagamento do subsídio mensal de R$ 1,3 milhão, que está em atraso desde de julho.

O presidente do STTRM, Givanci Oliveira, enfatizou que o sindicato não irá aceitar mais o pagamento parcelado dos salários dos funcionários. “Nós somos amigos da Prefeitura de Manaus, e a pedido do prefeito e o compromisso aqui firmado, a categoria terá os seus pagamentos salariais em dias na conta, e que o mês seguinte não seja surpreendida novamente”, disse.

Por Josemar Antunes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir